Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/14875
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2013_FernandaFerreiraMota.pdf1,36 MBAdobe PDFView/Open
Title: Entre agenda eleitoral e imagem pública : a condição feminina nas eleições presidenciais de 2010
Authors: Mota, Fernanda Ferreira
Orientador(es):: Tokarski, Flávia Millena Biroli
Assunto:: Mídia e política
Eleições
Imagem (Psicologia)
Estereótipos (Psicologia social)
Mulheres na política
Issue Date: 19-Dec-2013
Citation: MOTA, Fernanda Ferreira. Entre agenda eleitoral e imagem pública: a condição feminina nas eleições presidenciais de 2010. 2013. 200 f., il. Dissertação (Mestrado em Ciência Política)—Universidade de Brasília, Brasília, 2013.
Abstract: Esta dissertação procura diagnosticar e analisar os diálogos, silêncios, acomodações e arranjos entre os discursos protagonizados pelo Jornal Nacional em sua cobertura eleitoral e pelos principais candidatos em seus programas eleitorais no horário gratuito durante as eleições presidenciais de 2010. O foco da análise está nas questões de gênero, e procura-se entender se estas questões foram tratadas nestes discursos e, se sim, de que forma isso se deu. Neste sentido, este trabalho traz discussões acerca da relação entre os campos midiático e político, principalmente da relação entre profissionais do jornalismo e atores políticos, abordando reflexões sobre conceitos como enquadramento, agenda-setting e capital político, e sobre as rotinas jornalísticas, assim como sobre a relação entre cobertura midiática e Horário Eleitoral nas últimas eleições diretas do país. Também são trazidas algumas discussões protagonizadas por teóricas feministas contendo reflexões sobre ambição política, desigualdade de recursos, dualidade entre público e privado, divisão sexual do trabalho, liberalismo patriarcal e estereotipia. O que a análise empírica, pautada pelas discussões teóricas, nos permite observar é que: 1) o fato de duas mulheres terem sido candidatas com grande potencial de votos fez com que as questões de gênero ganhassem mais espaço no debate público, neste caso, nos discursos propostos e veiculados pelo Jornal Nacional e pelos principais candidatos, sendo parte das narrativas que compõem a agenda eleitoral e a imagem dos candidatos; 2) embora as questões de gênero tenham ganhado mais espaço, isso não se configura como uma abertura do campo discursivo acerca da política ou da condição feminina a novas perspectivas, ao contrário, parece ocorrer um reforço de entendimentos já naturalizados e reproduzidos relativos à mulher e à maternidade, o que mostra que as estruturas opressoras que confirmam e mantêm as mulheres em uma posição subordinada continuam presentes e ativas. _______________________________________________________________________________________ ABSTRACT
This dissertation seeks aims to research and analyze the dialogues, silences, accommodations and arrangements between the discourses made by the Jornal Nacional’s electoral coverage and by the main candidates in their free airtime electoral propaganda during the 2010 presidential elections. The focus of the analysis is on gender issues, and seeks to understand if these issues were addressed in these discourses and, if so, how this occurred. Thus, the present study discusses the relationship between the media and political fields, especially the relationship between professional journalists and political actors, and reflects on concepts such as framing, agenda-setting and political capital, and on the journalistic routines, as well as on the relationship between media coverage and free political propaganda in the last national elections. There are also discussions brought by feminist theorists containing reflections on political ambition, resource inequality, public-private duality, sexual division of labor, patriarchal liberalism and stereotypy. The empirical analysis, guided by theoretical debates, allows us to observe that: 1) the fact that there were two women candidates with great voting potential meant that gender issues earned more space in public debate, in this case, in the discourses proposed and broadcasted by Jornal Nacional and by the main candidates, being part of the narratives that make up the electoral agenda and the candidates’ image; 2) although gender issues have gained more space, this does not configure an opening on the discursive field of politics or of the feminine condition to new perspectives, on the contrary, there seems to occur the strengthening of understandings already naturalized and reproduced about women and motherhood, which shows that the structures of oppression which confirm and maintain women in a subordinate position remain present and active.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciência Política, 2013.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Appears in Collections:IPOL - Mestrado em Ciência Política (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/14875/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.