Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/14744
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2013_CarolineJonasRezaghiRicominiNunes.pdf3,1 MBAdobe PDFView/Open
Title: Desempenho motor de lactentes filhos de mães adolescentes : estudo comparativo
Authors: Nunes, Caroline Jonas Rezaghi Ricomini
Orientador(es):: Campos Júnior, Dioclécio
Coorientador(es):: Picanço, Marilucia Rocha de Almeida
Assunto:: Capacidade motora nas crianças
Distúrbios da locomoção
Issue Date: 29-Nov-2013
Citation: NUNES, Caroline Jonas Rezaghi Ricomini. O desenvolvimento motor de lactentes filhos de mães adolescentes: um estudo comparativo. 2013. 72 f,. il. Dissertação (Mestrado em Ciências Médicas)—Universidade de Brasília, Brasília, 2013.
Abstract: Introdução: Um dos maiores problemas referentes à adolescência, no âmbito da saúde pública em alguns países, incluindo o Brasil, são as altas taxas de gestação nessa fase da vida. Ao longo das últimas décadas, várias pesquisas têm documentado os riscos de uma gravidez na adolescência tanto para a mulher como para os seus filhos, das quais podemos destacar os estudos relacionados aos resultados gestacionais, perinatais, os cuidados que essas mães destinam aos seus filhos bem como o desenvolvimento neuropsicomotor de crianças filhas de mães adolescentes. Objetivo: O objetivo principal deste estudo foi avaliar o desenvolvimento motor grosso de lactentes filhos de mães adolescentes comparando-o ao de lactentes filhos de mães adultas. Métodos: Realizou-se um estudo transversal, do qual participaram 59 crianças, selecionadas em dois serviços públicos de assistência à saúde localizados na região administrativa de Ceilandia-DF. Aplicou-se o instrumento Alberta Infant Motor Scale (AIMS) para avaliar o desenvolvimento motor grosso e foram coletados dados socioeconômicos e biológicos das mães. Utilizou-se o teste exato de Fisher para as variáveis categóricas e o teste não paramétrico de soma de postos de Wilcoxon para as variáveis continuas, considerando diferença estatisticamente significativa quando p< 0.05. Resultados: sugerem um desempenho motor inferior em filhos de mães adolescentes (p= 0.0336) quando comparados aos filhos de mães adultas. As mães adolescentes também apresentaram diferença estatisticamente significativa em relação ao estado civil (p=0.014), assim como anos de escolaridade (p= 0.047). Outras características como número de consultas de pré- natal, tipo de parto, renda familiar e apoio familiar não mostraram diferenças significativas entre os grupos. Conclusão: a idade materna pode ser um fator de risco para atraso do desenvolvimento motor do bebê.
Abstract: Introduction: One of the biggest problems concerning adolescence, within public health care systems of some countries, including Brazil, is high gestation rates during this stage of the life cycle. Over past decades many studies have documented the risks of teenage pregnancies for both women and their children, of which we can detach studies related to gestational e perinatal results, to the assistance those mothers have to their children, as well as to neuropsychomotor development of adolescent mothers' infant children. The main objective of this study is to assess the motor development of infant children of adolescent mothers when compared to infant children of adult mothers. Methods: A Cross-sectional survey was carried out with 59 children selected by simple random sampling in two public health care assistance institutions located in the administrative region of Ceilândia-DF. Alberta Infant Motor Scale instrument was applied to assess the gross motor development. Biological and socio-economic data collection was also used for mother's epidemiological profile analysis. The Fisher Exact test was utilized to compare categorical variables and the non-parametric Wilcoxon Rank-Sum test to continuous variables, considering p<0.05. The results indicate lower motor performance of children of adolescent mothers (p= 0.0336) when compared to children of adult mothers. Adolescent mothers also present significant statistical difference in their marital status (p=0.014) as well as in their schooling (p= 0.047). Other results, such as prenatal consultations, types of delivery and family support proved to be homogeneous. It is concluded that maternal age can be a risk factor for motor development abnormalities.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Medicina, Programa de Pós-Graduação em Ciências Médicas, 2013.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Appears in Collections:FMD - Mestrado em Ciências Médicas (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/14744/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.