Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/14537
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2013_PedroGabrielWendler.pdf918,4 kBAdobe PDFView/Open
Title: Políticas públicas de inovação comparadas : Brasil e China (1990-2010)
Authors: Wendler, Pedro Gabriel
Orientador(es):: Caldas, Ricardo Wahrendorff
Assunto:: Políticas públicas - Brasil - China
Inovações tecnológicas
Ciência e tecnologia
Issue Date: 8-Nov-2013
Citation: WENDLER, Pedro Gabriel. Políticas públicas de inovação comparadas: Brasil e China (1990-2010). 2013. [210]f. Il. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento, Sociedade e Cooperação Internacional)—Universidade de Brasília, Brasília, 2013.
Abstract: A presente dissertação tem por objetivo realizar um estudo comparado dos elementos centrais das Políticas Públicas de inovação de Brasil e China no período 1990-2010. O período das duas décadas em análise corresponde, em ambos os países, aos períodos de transformação das políticas públicas de ciência e tecnologia em políticas públicas de inovação. Busca-se conceituar inovação, sistemas de inovação e políticas públicas de inovação; realizar o estudo dos elementos centrais das políticas públicas de inovação no Brasil; realizar o estudo dos elementos centrais das políticas públicas de inovação na China; comparar as políticas públicas de inovação de Brasil e China no período 1990-2010; identificar elementos das políticas públicas de inovação da China que contribuir para o sucesso dessas políticas no Brasil. Com esse estudo, espera-se responder aos seguintes questionamentos que compõem o problema de pesquisa: Quais são os atores governamentais que têm sido responsáveis pelas políticas públicas de inovação, em nível nacional, tanto no Brasil quanto na China? Quais organizações podem ser consideradas os participantes mais importantes no processo de formulação das políticas públicas de inovação nos dois países? Em que extensão Brasil e China desenvolveram suas políticas de inovação? Em que área das políticas públicas de inovação esses países se saíram bem e quais seus principais desafios para o futuro? Trabalha-se com duas hipóteses básicas: (1) a centralidade no processo de tomada de decisão chinês gerou melhor eficácia das políticas públicas de inovação na China; e (2) o Brasil possui políticas públicas fragmentadas como resultado da falta de centralidade no processo de tomada de decisões estratégicas. ___________________________________________________________________________________________________________ABSTRACT
This dissertation aims to conduct a comparative study of the central elements of the Innovation Policy in Brazil and China in the period 1990-2010. The period of two decades under analysis corresponds, in both countries, to the periods of transformation of public policies on science and technology in public policy of innovation. Seeks to conceptualize innovation, innovation systems and innovation policies; conduct the study of the core elements of public policy innovation in Brazil; conduct the study of the core elements of public policy innovation in China; compares public policies for innovation in Brazil and China in the period 1990-2010, to identify elements of innovation policy of China that contribute to the success of these policies in Brazil. With this study, it is expected to answer the following questions that comprise the research question: What are the government actors who have been responsible for public policy innovation at the national level, both in Brazil and in China? Which organizations can be considered the most important participants in the formulation of public policy innovation in the two countries? To what extent Brazil and China have developed their innovation policies? In what area of public policy innovation these countries did well and what their main challenges for the future? Works with two basic assumptions: (1) the centrality of the process of decision-making Chinese produced a better effectiveness of public innovation policies in China, and (2) Brazil has fragmented public policies as a result of the lack of centrality in the process of strategic decision making.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Centro de Estudos Avançados Multidisciplinares, 2013.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições:Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Appears in Collections:PPGDSCI - Mestrado em Desenvolvimento, Sociedade e Cooperação Internacional (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/14537/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.