Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/14494
Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2013_RicardoRettmann.pdf10,73 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir
Título: Redução do desmatamento na Amazônia por meio da intensificação da pecuária em assentamentos de reforma agrária
Autor(es): Rettmann, Ricardo
Orientador(es): Amazonas, Maurício de Carvalho
Assunto: Impacto ambiental - avaliação
Valor (Economia)
Agricultura familiar
Data de publicação: 4-Nov-2013
Referência: RETTMANN, Ricardo. Redução do desmatamento na Amazônia por meio da intensificação da pecuária em assentamentos de reforma agrária. 2013. 109 f., il. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento Sustentável)—Universidade de Brasília, Brasília, 2013.
Resumo: O presente trabalho analisa a contribuição da intensificação da pecuária em assentamen¬tos de reforma agrária para a redução do desmatamento na Amazônia. Parte do pressuposto de que a redução do desmatamento só será efetiva com geração de renda às populações que vivem na região. Para isso, a pecuária é uma atividade fundamental, pois é uma realidade inexorável em todos os tipos de propriedades na Amazônia, ocupando a maior parte da área já desmatada e ainda com baixos índices de produtividade. Ao mesmo tempo, observa-se nos últimos anos uma mudança no perfil do desmatamento na Amazônia, que apresenta ín¬dices crescentes de pequenos desmatamentos (pulverização do desmatamento), esgotando a efetividade da fiscalização isolada e urgindo a necessidade de políticas de fomento às ativi¬dades produtivas. Nesse sentido, é essencial priorizar a agricultura familiar, pois o segmento é fundamental para a produção de alimentos no Brasil e ações de fomento podem significar resultados efetivos também na agenda de redução da pobreza. Assim, o estudo centra sua análise nos assentamentos de reforma agrária do Território da Cidadania da Transamazônica e Xingu, estado do Pará. Propõe um modelo de intensificação pecuária factível para a região e compara a projeção da redução do desmatamento e de custos e benefícios entre a manu¬tenção do modelo de produção atual com o sistema de intensificação produtiva, no período de 2013 a 2020. Conclui-se que a intensificação pecuária nos assentamentos da região teria alto impacto na redução do desmatamento, com baixo custo por tonelada de carbono evitada (R$ 5,64 / tCO2eq). No entanto, para que os produtores adotem sistemas intensificados de produção, seria necessário uma intervenção governamental, através de créditos subsidiados ou compensações por serviços ambientais, como o mecanismo de REDD, uma vez que a manutenção do sistema extensivo e abertura de novas áreas para produção tem baixo custo. _______________________________________________________________________________________ ABSTRACT
This study analyzes the contribution of intensification of livestock in agrarian reform set¬tlements in reducing deforestation in the Amazon. It assumes that the reduction of defores¬tation will only be effective when it generates income for people living in the region. For this, cattle ranching is fundamental because it is an inexorable reality in all kinds of properties in the Amazon, occupying most of the deforested area and with low levels of productivity. At the same time, in recent years there has been a change in the profile of deforestation in the Ama¬zon, which has increasing rates of small deforestation, depleting the effectiveness of isolated supervision and urging the need for policies that promotes productive activities. Therefore, it is essential to prioritize the family farm because this segment is essential for food production in Brazil and fostering actions can mean effective results also on the agenda of poverty re¬duction. Thus, this study focuses its analysis on land reform settlements in the Transamazon and Xingu Territory, Pará State. It proposes a model of livestock intensification, feasible for the region and compares the projected deforestation reduction and costs and benefits between maintaining the current production model with the intensified production system in the period of 2013 to 2020.The conclusion is that the increased livestock settlements in the region would have high impact on reducing deforestation with low cost per ton of avoided carbon (U.S.$ 2.82 / tCO2eq). However, for producers to adopt intensified production systems, it would be neces¬sary a government intervention through subsidized credit or compensation for environmental services such as REDD mechanism, since the maintenance of the extensive system and the opening of new areas for production have low cost.
Informações adicionais: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Centro de Desenvolvimento Sustentável, 2013.
Licença: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Aparece nas coleções:CDS - Mestrado Acadêmico em Desenvolvimento Sustentável (Dissertações)

Mostrar registro completo do item Recomendar este item Visualizar estatísticas



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.