Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/14397
Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2013_FabioTelesCosta.pdf3,93 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir
Título: Síntese, caracterização e o estudo do efeito de nanopartículas de CoFe2O4@Ƴ-Fe2O3 em bactérias patogênicas
Autor(es): Costa, Fábio Teles
Orientador(es): Souza, Renata Aquino da Silva de
Assunto: Colóides
Infecção hospitalar
Materiais nanoestruturados
Data de publicação: 22-Out-2013
Referência: COSTA, Fábio Teles. Síntese, caracterização e o estudo do efeito de nanopartículas de CoFe2O4@Ƴ-Fe2O3, em bactérias patogênicas. 2013. xvi, 53 f., il. Dissertação (Mestrado em Ciências de Materiais)—Universidade de Brasília, Brasília, 2013.
Resumo: A escassez de novas ferramentas para o controle dos agentes microbianos responsáveis por infecções humanas consiste em um grande desafio. Muitas pesquisas têm sido realizadas na busca e caracterização de novas tecnologias que possuam ações antimicrobianas para a criação de modelos promissores de novos fármacos. As Infecções relacionadas à Assistência à Saúde (IrAS), são causadas por uma grande variedade de microrganismos, principalmente, bactérias e em ambientes hospitalares. Entretanto, estas bactérias podem ser encontradas em todos os locais onde há assistência ao paciente, envolvendo sistemas de não internação, como enfermarias, ambulatórios e consultórios, manifestando-se durante a internação ou até mesmo após a alta e podendo se relacionar com a internação ou com procedimentos hospitalares. Neste sentido os nanomateriais constituem um amplo campo de descobertas para novas tecnologias, que possam ser utilizadas como ferramentas para a produção de novos compostos, que possam atuar no controle de infecções hospitalares. Dessa forma, esse trabalho apresenta a síntese de um colóide magnético aquoso ácido (pH=3) à base de nanopartículas de CoFe2O4@?-Fe2O3, com diâmetro médio de 9,5 nm, analisado por difração de raios-x e por micorscopia eletrônica de transmissão. Esse coloide, também foi utilizado em bioensaios contra bactérias patogênicas e sua atividade antimicrobiana foi avaliada. O colóide, na forma aquosa, não apresentou atividade contra os patógenos Escherichia coli e a Staphylococcus aureus. Diferentemente, o pó de partículas, adquirido ápos a secagem do colóide, apresentou-se efetivo contra a bactéria patogênica humana E. coli e a S. aureus. Contudo, os resultados apresentados nesse trabalho mostram o potencial desse material nanoestruturado na produção de uma ferramenta que possa gerar a redução dos danos causados por infecções hospitalares. _______________________________________________________________________________________ ABSTRACT
The shortage of new tools for the control of microbial agents responsible for human infections consists of a great challenge. Many researches have been conducted in the search and characterization of new technologies that have antimicrobial actions for creating models of promising new drugs. Infections related to Health Assistance (IrHA) are caused by a variety of microorganisms, mainly bacteria in hospital settings. However, these bacteria can be found in all places where there are patient care, involving systems of no hospitalization, as wards, outpatient clinics, manifesting during hospitalization or even after discharge, and may relate to the hospitalization or with hospital procedures. In this sense nanomaterials constitute a wide field for discoveries of new technologies that can be used as tools for the production of new compounds that may act to control nosocomial infections. Thus, this work presents the synthesis of a magnetic colloid aqueous acid (pH = 3) based on nanoparticles CoFe2O4@?- Fe2O3, with an average diameter of 9.5 nm analyzed by x-ray diffraction and microscopic electron transmission. This colloid was also used in bioassays against pathogenic bacteria and antimicrobial activity was evaluated. The colloid, in liquid form, didn't present activity against the pathogens Escherichia coli and Staphylococcus aureus. Differently, the powder particles, obtained after drying the colloid, was presented as effective against human pathogenic bacteria E. coli and S. aureus. However, the results presented in this study show the potential of this nanostructured material can generate the possibility of reducing the damage caused by hospital infections.
Informações adicionais: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade UnB de Planaltina, Programa de Pós-Graduação em Ciência de Materiais, 2013.
Licença: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Aparece nas coleções:FUP - Mestrado em Ciência de Materiais

Mostrar registro completo do item Recomendar este item Visualizar estatísticas



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.