Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/14183
Título: Abordagem do câncer da boca : uma estratégia para os níveis primário e secundário de atenção em saúde
Título(s) alternativo(s): Strategies for management of oral cancer in primary and secondary healthcare services
Autor(es): Torres-Pereira, Cassius Carvalho
Dias, Aldo Angelim
Melo, Nilce Santos de
Lemos Júnior, Celso Augusto
Oliveira, Eder Magno Ferreira de
Assunto: Boca - câncer
Saúde bucal
Política de saúde - Brasil
Data de publicação: 2012
Editor: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Citação: TORRES-PEREIRA, Cassius C. et al. Abordagem do câncer da boca: uma estratégia para os níveis primário e secundário de atenção em saúde. Cadernos de Saúde Pública, Rio de Janeiro, v. 28, 2012. Suplemento. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S0102-311X2012001300005&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt>. Acesso em: 20 set. 2013. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2012001300005.
Resumo: O avanço verificado no enfrentamento de neoplasias malignas por meio dos sistemas de saúde envolve melhorias nas áreas de vigilância, organização de redes de assistência, programas específicos voltados às prevenções primária e secundária e, obviamente, aos avanços técnico-científicos que caracterizam a abordagem diagnóstica e terapêutica. Embora seja notável o reconhecimento de avanços no manejo de neoplasias malignas em todas as áreas citadas, o câncer da boca permanece com indicadores de morbidade e mortalidade que parecem não acompanhar o acúmulo científico no conhecimento da doença. O presente manuscrito objetiva discutir os motivos desse descompasso, a necessidade de reorientação de prioridades na abordagem do câncer da boca e sua efetivação como política pública de saúde. _________________________________________________________________________________________________________________ ABSTRACT
Progress in cancer management by health systems involves improvements in surveillance, organization of healthcare services, specific programs focused on primary and secondary prevention, and scientific and technical advances in diagnosis and treatment. Despite well-known progress in the management of malignant neoplasms in all the above areas, oral cancer displays persistently high morbidity and mortality rates, apparently failing to reflect the accumulated scientific knowledge on the disease. The current article discusses the reasons for this mismatch, the need for redefining priorities in oral cancer management, and the implementation of such priorities as a public health policy.
Licença: Cadernos de Saúde Pública - Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons - Attribution-NonCommercial 3.0 Unported (CC BY-NC 3.0)). Fonte: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_serial&pid=0102-311X&lng=pt&nrm=iso. Acesso em: 20 set. 2013.
DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2012001300005
Aparece nas coleções:ODT - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
ARTIGO_AbordagemCancerBoca.pdf87,35 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.