Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/14142
Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2013_FrancineteSoaresMartins.pdf4,55 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir
Título: O diálogo intercultural que nasceu no espaço da Maloca : relato da experiência dos cursos técnicos de nível médio em etnodesenvolvimento e em desenvolvimento sustentável indígena no Alto Rio Negro
Autor(es): Martins, Francinete Soares
Orientador(es): Barretto Filho, Henyo Trindade
Assunto: Ensino profissional
Índios da América do Sul - Brasil
Data de publicação: 17-Set-2013
Referência: MARTINS, Francinete Soares. O diálogo intercultural que nasceu no espaço da Maloca: relato da experiência dos cursos técnicos de nível médio em etnodesenvolvimento e em desenvolvimento sustentável indígena no Alto Rio Negro. 2013. 133 f., il. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento Sustentável)—Universidade de Brasília, Brasília, 2013.
Resumo: O presente trabalho tem como objetivo analisar a realização dos cursos técnicos de nível médio em Etnodesenvolvimento e Desenvolvimento Sustentável Indígena nas comunidades indígenas de Assunção do Içana e Baixo Rio Uaupés ofertados pelo Instituto Federal do Amazonas – Campus São Gabriel da Cachoeira a partir do diálogo intercultural com o movimento Indígena. Por meio das atividades de campo, pudemos unir os objetivos específicos da nossa pesquisa, realizando a investigação da experiência vivenciada pelo Campus São Gabriel da Cachoeira e as comunidades indígenas de Assunção do Içana e Baixo Rio Uaupés com a realização dos dois cursos técnicos profissionalizantes voltados para a educação escolar indígena e ao mesmo tempo realizar o levantamento das demandas encaminhadas pelas comunidades indígenas do Rio Negro ao Campus São Gabriel da Cachoeira para a implantação de cursos técnicos em suas terras indígenas. Para tanto, foi realizada pesquisa bibliográfica e pesquisa documental através da análise de documentos do Campus referentes aos dois cursos para produzir material de estudo e reflexão. Foram analisados os projetos dos cursos, os arquivos de matrícula, diários dos professores, planos de curso, relação de professores com área de formação, projetos de conclusão dos dois cursos, Organização Didático-pedagógica e Projeto Político Pedagógico da Instituição. Através da pesquisa de campo, nas comunidades de Tapira Ponta (Baixo Rio Uaupés) e Assunção do Içana (Baixo Rio Içana), a convite das comunidades, realizamos a avaliação dos Cursos Técnicos em Etnodesenvolvimento e Desenvolvimento Sustentável Indígena. Na mesma ocasião foi aplicado o questionário de avaliação aos alunos egressos para que os mesmos também avaliassem o curso. E por fim foi realizada uma entrevista que foi encaminhada via e-mail aos professores, para que falassem sobre a sua experiência em ministrar um curso técnico em terras indígenas, com uma metodologia voltada para atender uma educação diferenciada. Através da pesquisa constatamos que há uma demanda crescente das comunidades indígenas por cursos técnicos que possam ser realizados em terras indígenas. As demandas apresentadas solicitam cursos que visam à criação de formas alternativas de produção e aprimoramento das técnicas produtivas tradicionais para permitir a manutenção alimentar básica de suas comunidades. Consideramos que a realização dos cursos técnicos em Etnodesenvolvimento e Desenvolvimento Sustentável Indígena significam para o IFAM-CSGC a busca em atender aos princípios da educação escolar indígena, construindo em conjunto com a comunidade escolar e as comunidades indígenas uma educação diferenciada. A partir do diálogo e da parceria entre o IFAM-CSGC e a FOIRN, construídos no espaço da maloca, a instituição começou a pensar e colocar em prática uma educação escolar a partir do conhecimento e reconhecimento dos ideais desejados pelos povos indígenas do Rio Negro. _______________________________________________________________________________________ ABSTRACT
This study aims to analyze the performance of Ethno development and Indigenous Sustainable Development technical courses in indigenous communities of Assunção do Içana and Baixo Rio Uaupés, provided by the Instituto Federal do Amazonas - Campus São Gabriel da Cachoeira come from an intercultural dialogue with the Indigenous movement. Through this study activities, it was possible to merge specific goals of our research, conducting an investigation on experiences collected at São Gabriel da Cachoeira campus and the indigenous communities of the Assunção do Içana and Baixo Rio Uaupés, based on two professionalizing technical courses, both oriented to indigenous education and at the same time collecting requests of indigenous communities from the Rio Negro to the São Gabriel da Cachoeira Campus, asking for deployment of technical courses in their native lands. Therefore, bibliographical and documentary researches were done by analyzing documents of the Campus for the two courses, aiming to produce material for study and reflection. It was analyzed projects of the courses, enrolment files, daily classes of teachers, course plans, teachers and their specializing areas relationship, final projects of the two courses and Didactic-Pedagogic Organization and Pedagogical Political Project of the Institution. Through field research in communities Tapira Ponta (Baixo Rio Uaupés) and Assunção de Içana (Baixo Rio Içana), accepting an invitation from studied communities, it was conducted the evaluation of technical courses in Ethnodevelopment and Indigenous Sustainable Development. On the same occasion, it was applied an assessment questionnaire to alumni students the course evaluation. Finally, an interview was conducted via e-mail to teachers, allowing them to talk about their experiences in teaching technical courses on indigenous areas, using a specific methodology set to those different kinds of education. Thus, this study allows confirming that there is an increasing demand of indigenous communities by technical courses that can be performed on such areas. Those demands presented requesting of courses aiming to create alternative forms of production and improvement of traditional production techniques to allow maintenance of basic feed their communities. We believe that the realization of technical courses focused in Ethnodevelopment and Indigenous Sustainable Development mean for IFAM-CSGC the care of indigenous education principles, building together with the academic community and indigenous communities a differentiated education. From the dialogue and partnership between the IFAM-CSGC and FOIRN, built in Maloca area, the institution began to think and implement an education based on the knowledge and recognition of the ideals sought by indigenous peoples of the Rio Negro.
Informações adicionais: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Centro de desenvolvimento Sustentável, 2013.
Licença: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Aparece nas coleções:CDS - Mestrado em Sustentabilidade junto a Povos e Terras Tradicionais (Dissertações)

Mostrar registro completo do item Recomendar este item Visualizar estatísticas



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.