Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/13914
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ARTIGO_ConsumoAlimentarCriancas.pdf111,32 kBAdobe PDFView/Open
Title: Consumo alimentar entre crianças brasileiras com idade de 6 a 59 meses
Other Titles: Food consumption Brazilian children by 6 to 59 months of age
Authors: Bertolini, Gisele Ane
Gubert, Muriel Bauermann
Santos, Leonor Maria Pacheco
Assunto:: Levantamentos nutricionais
Crianças - nutrição
Distúrbios da nutrição - crianças
Hábitos alimentares
Issue Date: Sep-2012
Publisher: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Citation: BERTOLIN, Gisele Ane; GUBERT, Muriel Bauermann; SANTOS, Leonor Maria Pacheco. Consumo alimentar entre crianças brasileiras com idade de 6 a 59 meses. Cadernos de Saúde Pública, Rio de Janeiro, v. 28, n. 9, p. 1759-1771, set. 2012. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S0102-311X2012000900014&lng=en&nrm=iso&tlng=pt>. Acesso em 9 ago. 2013. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2012000900014.
Abstract: O objetivo foi avaliar o consumo alimentar em crianças brasileiras de 6-59 meses de idade, por região e zona de residência. Trata-se de estudo descritivo transversal com 4.322 crianças investigadas na Pesquisa Nacional de Demografia e Saúde (2006/2007). Observou-se baixo consumo diário de verduras (12,7%), legumes (21,8%), carnes (24,6%) e elevado consumo de refrigerantes (40,5%), alimentos fritos (39,4%), salgadinhos (39,4%), doces (37,8%), na frequência de uma a três vezes na semana. Comparando-se as regiões, as crianças residentes no Sul, Sudeste e Centro-oeste consumiram com mais frequência arroz, pão, batata, feijão, verdura de folha, legumes e carne, mas também consumiram, mais frequentemente, alimentos não recomendados para a idade, como doces e refrigerantes. Crianças da zona rural apresentaram menor consumo dos alimentos recomendados para a idade e, também, dos não recomendados, quando comparadas às crianças da zona urbana. O consumo alimentar evidenciado neste estudo não está de acordo com recomendações de alimentação saudável para crianças.
Abstract: The aim of this study was to assess food consumption in Brazilian children 6 to 59 months of age by region of the country and area of residence. This was a descriptive cross-sectional study of 4,322 children in the National Demographic and Health Survey (2006-2007). The data showed low daily consumption of leafy vegetables (12.7%), vegetables (21.8%), and meat (24.6%) and high consumption (1-3 times a week) of soft drinks (40.5%), fried foods (39.4%), salty snacks (39.4%), and sweets (37.8%). Comparing the regions of Brazil, children in the South, Southeast, and Central- West consumed more rice, bread, potatoes, beans, greens, vegetables, and meat, but they also ate more foods not recommended for their age, like sweets and soft drinks (soda). Rural children showed lower consumption of foods recommended for their age and also those not recommended for their age, as compared to their urban counterparts. According to this study, food consumption in these young children fails to meet the recommendations for healthy eating in this age bracket.
Licença:: Cadernos de Saúde Pública - Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons (Attribution-NonCommercial 3.0 Unported (CC BY-NC 3.0)). Fonte: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_serial&pid=0102-311X&lng=pt&nrm=iso. Acesso em: 9 ago. 2013.
DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2012000900014
Appears in Collections:DSC - Artigos publicados em periódicos
NUT - Artigos publicados em periódicos

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/13914/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.