Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/13860
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2013_LíviaPereiraJunqueira.pdf4,48 MBAdobe PDFView/Open
Title: Efeito de fertilizante, fungicida e indutor de resistência na produtividade, taxa de vingamento de flores, incidência e severidade de gomose e características físicas de frutos de limeira ácida 'Tahiti'
Authors: Junqueira, Lívia Pereira
Orientador(es):: Peixoto, José Ricardo
Coorientador(es):: Junqueira, Nilton Tadeu Vilela
Assunto:: Adubos e fertilizantes
Plantas - resistência à doenças e pragas
Fungos na agricultura
Issue Date: 5-Aug-2013
Citation: JUNQUEIRA, Lívia Pereira. Efeito de fertilizante, fungicida e indutor de resistência na produtividade, taxa de vingamento de flores, incidência e severidade de gomose e características físicas de frutos de limeira ácida 'Tahiti'. 2013. iv, 135 f., il. Tese (Doutorado em Agronomia)—Universidade de Brasília, Brasília, 2013.
Abstract: O cultivo da lima ácida ‘Tahiti’ (Citrus latifolia Tanaka) tem grande importância no Distrito Federal e é uma atividade rentável, podendo ser indicada para pequenos produtores. A podridão floral dos citros (Colletotrichum acutatum) e a gomose (Phytophthora spp.) são doenças de grande importância econômica para a citricultura, podendo causar perdas de até 100% da produção No entanto, os fungicidas recomendados e registrados para o controle dessas doenças não têm oferecido resultados satisfatórios e ainda oferecem riscos de contaminação do meio ambiente e do aplicador. Indutores abióticos de resistência, fertilizantes foliares e fungicidas de baixo impacto têm sido utilizados em várias espécies de frutíferas, muitas vezes com resultados satisfatórios, porém há carência de estudos científicos quanto à eficiência destes produtos no controle de doenças de citros. Neste sentido, o objetivo deste trabalho foi avaliar a produtividade, taxa de vingamento de flores, incidência e severidade de gomose (Phytophthora spp.) e características físicas dos frutos nas plantas de limeira ácida ‘Tahiti’ tratadas com fertilizantes aplicados via foliar, indutor de resistência abiótico e fungicida. O experimento foi conduzido em um pomar de lima ácida ‘Tahiti’ com nove anos de idade, localizado no Distrito Federal. O delineamento experimental foi em blocos casualizados com três repetições intercaladas por fileiras de bordadura. Os tratamentos utilizados foram: calda de sulfato de cálcio acrescida de fertilizante solúvel acidificada a pH= 4, calda de sulfato de cálcio sem fertilizante solúvel, acidificada a pH= 4, Acibenzolar-S-Methyl, fosfito de potássio + oxicloreto de cobre, fungicida (Tebuconazole 200 g/l + Trifloxystrobin 100 g/l) e testemunha. Os produtos foram aplicados por um pulverizador tracionado por trator, na vazão de 0,41 litros/segundo a intervalos de 10 dias durante a estação das chuvas (dezembro a abril), de 15 dias entre as estações da seca e das chuvas (outubro e novembro) e 30 dias durante a estação da seca (maio a setembro). As aplicações foram feitas durante o período de abril de 2010 a julho de 2011. Para a avaliação da produtividade e vingamento de flores, marcaram-se as flores durante o período de um ano (maio de 2010 a abril de 2011) e as colheitas foram iniciadas em setembro de 2010 e se estenderam até dezembro de 2011, levando em consideração o período de carpogênese (período da floração a colheita) dos frutos. As características físicas comprimentos longitudinal e transversal, massa fresca de frutos, quantidade de suco, espessura de casca e massa de casca após a extração do suco foram avaliadas a partir de frutos coletados durante o período de colheita, em dois momentos, quais sejam safra (março de 2011) e entressafra (outubro de 2011). As avaliações para a análise da gomose de Phytophthora (Phytophthora sp.) foram efetuadas aos 21 meses após a primeira pulverização, determinando-se a incidência (porcentagem de plantas com sintomas de gomose na região do coleto) e a severidade (porcentagem do perímetro do coleto com lesões contínuas) da gomose. . Em relação ao vingamento de flores, durante os meses cujas flores originaram frutos no período da safra, os tratamentos com fungicida, fosfito de potássio + cobre e calda de sulfato de cálcio acrescida de fertilizante solúvel apresentaram os melhores resultados. Durante a floração que produziu frutos na entressafra, o fungicida manteve um bom resultado, assim como a calda de sulfato de cálcio sem fertilizante. Apesar das médias de produtividade durante a entressafra não serem significativas estatisticamente, os produtos apresentaram diferenças consideráveis, sendo que a calda de sulfato de cálcio acrescida de fertilizante solúvel apresentou o melhor resultado, seguida do fungicida. Durante o período da safra houve diferença significativa entre os tratamentos. Os produtos à base de calda de sulfato de cálcio acrescido fertilizantes, calda de sulfato de sulfato de cálcio, o fungicida e o Acibenzolar-S-Methyl proporcionaram os melhores resultados. A testemunha e o fosfito de potássio acrescido de cobre não diferiram entre si, apresentando-se como os priores resultados de produtividade. A gomose foi mais severa nas plantas tratadas com o fungicida, seguido pela testemuha (plantas não tratadas). Embora não tenha havido diferenças significativas pelo teste de Scott-Knott a 5%, a maior incidência de gomose também foi registrada nas plantas tratadas com o fungicida mesosistêmico, seguida pela testemunha. Em relação às características físicas dos frutos, não houve diferença significativa pelo teste de Scott Knott quando os tratamentos foram comparados dentro dos períodos de safra e entressafra, porém o tratamento calda de sulfato de cálcio acrescida de fertilizante solúvel proporcionou um sutil aumento na massa fresca de fruto em relação aos demais tratamentos. Os frutos produzidos durante o período de safra foram significativamente maiores a 5% de probabilidade pelo teste de Scott Knott que aqueles produzidos no período de entressafra para todos os tratamentos. ______________________________________________________________________________ ABSTRACT
Production of ‘tahiti’ acid limes (Citrus latifolia Tanaka) is an important and profitable activity in the Federal District, suitable for small-scale farmers. In terms of its economic effects, citrus blossom blight (Colletotrichum acutatum) and gummosis (Phytophthora spp). is a major plant disease and is capable of producing losses of up to 100%. However, the fungicides recommended and registered for control of the disease have not produced satisfactory results and present risks to the environment and hazards for those who apply them. Abiotic resistance inducers, foliar fertilizers, and low-impact fungicides have been used on various types of fruit trees, often with satisfactory results. There are, however, few scientific studies as to the efficacy of these products in the control of citrus diseases. The objective of this work is to assess yields, the survival rate of flowers, the physical characteristics of fruits, and the incidence and severity of gummosis (Phytophthora sp.) on ‘tahiti’ acid lime trees treated with fertilizers applied to leaves, an abiotic resistance inducer and fungicide. The experiment was carried out in a nine-year-old grove of ‘tahiti’ acid limes located in the Federal District. The experiment consisted of random blocks with repetitions interspaced with border strips. Plots comprised six plants, of which the first and last were considered borders. The treatments used were: calcium sulfate solution with added soluble fertilizer, acidified at pH= 4; calcium sulfate solution without soluble fertilizer, acidified at pH= 4; Acibenzolar-S-Methyl; potassium phosphite + copper oxychloride; fungicide (Tebuconazole 200 g/l + Trifloxystrobin 100 g/l); and controls. These products were applied using a tractor-pulled sprayer, with a flow of 0.41 liters/second, at 10-day intervals during the rainy season (December to April); 15-day intervals during the interim between the wet and dry seasons (October and November); and at 30-day intervals during the dry season (May to September). Spraying was carried out during the period from April 2010 to July 2011. To assess yields and survival of flowers, blossoms were marked over the period of one year (from May 2010 to April 2011) and harvesting began in September 2010 and extended into December 2011, taking into account the period from flowering to harvest (carpogenisis). The physical characteristics: longitudinal and transversal lengths, fresh-fruit mass, quantity of juice, thickness of the skin, and mass of skin after removal of the juice were assessed for fruits picked at two specific times, i.e., during the harvest period (March 2011) and during offseason production (October 2011). Assessments for gummosis Phytophthora (Phytophthora sp.) were carried out 21 months after the first spraying, to determine the incidence (percentage of plants with symptoms of gummosis at the foot) and severity (percentage of the foot perimeter with continuous lesions) of gummosis. With respect to survival of flowers, in the months in which the buds that are to produce fruits during the harvest season receive treatment, the best results were obtained with applications of a fungicide; potassium phosphite + copper; and calcium sulfate solution with addition of a soluble fertilizer. During blossoming that produces offseason fruits, the use of fungicide continued to produce good results, as did a solution of calcium sulfate without fertilizer. Although, on average, offseason yields presented no statistically significant differences there were, nonetheless, perceptible variations using different treatments, the best results being achieved with calcium sulfate with added soluble fertilizer, and the second best using fungicide. During the harvest period there were significant differences in yields using the different treatments. Trees treated with calcium sulfate solution with added fertilizer; calcium sulfate solution; fungicide; and Acibenzolar-S-Methyl produced the best results. The controls, and trees treated with potassium phosphate and copper, produced similar results and considerably lower yields. Gummosis proved to be most serious among plants treated with mesosystemic fungicide, followed by the controls (untreated plants). No significant differences were found using the Scott-Knott test at 5%, which also detected the greatest incidence of gummosis in plants treated with mesosystemic fungicide, followed by the controls. The characteristics assessed were: fruit dimensions and mass, skin thickness, quantity of juice, and weight of the skin after extracting juice. There was no significant difference in the 5% probability by the Scott Knott test, when treatments were compared within harvest and between-harvest periods, however, in relation to other treatments, calcium sulfate solution with added soluble fertilizer provided a slight increase in the fresh fruit mass, possibly due to the presence of micronutrients in the solution. Fruits produced during the harvest season were significantly larger than those produced in between-harvest periods with all treatments; however, this outcome was expected, in view of increased plant metabolism at higher temperatures.
Description: Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária, Programa de Pós-Graduação em Agronomia, 2013.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Appears in Collections:FAV - Doutorado em Agronomia (Teses)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/13860/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.