Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/1384
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_2007_GlendaLopes.pdf2,04 MBAdobe PDFView/Open
Title: Crenças em estratégias de aprendizagem de línguas (inglês) de alunos de cursos de letras
Authors: Lopes, Glenda Rúbia
Orientador(es):: Ortíz Alvarez, Maria Luisa
Assunto:: Estratégias de aprendizagem
Professores - formação
Língua inglesa - estudo e ensino
Issue Date: 2-Mar-2009
Citation: LOPES, Glenda Rúbia. Crenças em estratégias de aprendizagem de línguas (inglês) de alunos de cursos de letras. 2007. 276 f. Dissertação (Mestrado em Lingüística Aplicada)-Universidade de Brasília, Brasília, 2007.
Abstract: Este estudo visa investigar as estratégias de aprendizagem de línguas e as crenças de dez alunos de Letras de duas instituições, uma particular e uma pública. O objetivo é identificar as crenças dos participantes de pesquisa sobre estratégias de aprendizagem de língua estrangeira (inglês) e verificar como estas crenças em EALs podem influenciar a aprendizagem de Língua Inglesa, através do seu dizer e do seu fazer. A pesquisa é de natureza qualitativainterpretativista em que foram usados os seguintes procedimentos de coleta de dados: questionários, entrevistas, observação das aulas seguidas de gravações em áudio e vídeo e anotações de campo e diários dialogados. Os resultados revelam que os alunos utilizam de várias EALs diretas cognitivas e de memorização e poucas EALs indiretas. Na Instituição A, a crença dos participantes da pesquisa na importância de obter notas suficientes para passar de ano afetam a maneira como usam as EALs e os resultados da sua aprendizagem. Na Instituição B, a ausência de estratégias de aprendizagem afetivas afeta a produção oral. As crenças dos participantes desta pesquisa em aprendizagem de Língua Inglesa refletem as abordagens do ensino-aprendizagem dos professores e os contextos escolares que estudaram no decorrer de suas vidas. Observamos também que as ações dos aprendizes nem sempre coincidem com suas crenças. ________________________________________________________________________________________ ABSTRACT
This study aims at investigating the Language Learning Strategies and the beliefs of ten students from the courses of Letters at two colleges, a private and a public one. The objective is to investigate the beliefs of these subjects about Foreign Language Learning Strategies (English) and verify how these beliefs can influence the English Language Learning through what they say and what they do. This is a qualitative-interpretative research in which the following procedures for data collection were used: questionnaires, interviews, class observations followed by audio-visual recording and field note and diaries. The results show that the students use several Cognitive and Memorizations Direct LLS and just few Indirect LLS. At college A, the subjects’ beliefs on the importance of getting enough grades to pass without hard study affect the way they use LLS and their learning. At college B, the absence of Affective LLS affects the oral production. The subjects’ beliefs on English Language learning reflect the teachers’ learning-teaching approaches and the contexts where they studied during their lives. We also note that the learners’ actions do not ever match with their beliefs.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Letras, Departamento de Línguas Estrangeiras e Tradução, 2007.
Appears in Collections:PGLA - Mestrado em Linguística Aplicada (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/1384/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.