Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/13771
Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
ARTIGO_ConsumoDocesRefrigerantes.pdf163,75 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir
Título: Consumo de doces, refrigerantes e bebidas com adição de açúcar entre adolescentes da rede pública de ensino de Piracicaba, São Paulo
Outros títulos: Consumption of sweets, soft drinks and sugar-added beverages among adolescents from public schools in Piracicaba, Sao Paulo
Autor(es): Carmo, Marina Bueno do
Bertolin, Maria Natacha Toral
Silva, Marina Vieira da
Slater, Betzabeth
Assunto: Nutrição - adolescentes
Consumo alimentar
Açúcar
Refrigerantes
Distúrbios da nutrição - adolescentes
Data de publicação: Mar-2006
Editora: Associação Brasileira de Pós -Graduação em Saúde Coletiva
Referência: CARMO, Marina Bueno do et al. Consumo de doces, refrigerantes e bebidas com adição de açúcar entre adolescentes da rede pública de ensino de Piracicaba, São Paulo. Revista Brasileira de Epidemologia, São Paulo, v. 9, n. 1, mar. 2006. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-790X2006000100015&lng=en&nrm=iso>. Acesso em: 17 jul. 2013. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S1415-790X2006000100015.
Resumo: OBJETIVO: Descrever as práticas alimentares de adolescentes quanto à ingestão energética, distribuição de macronutrientes na dieta e porções consumidas de doces, refrigerantes e bebidas com adição de açúcar. METODOLOGIA: Foi avaliada uma amostra de adolescentes matriculados em escolas da rede pública de ensino de Piracicaba, São Paulo. O consumo alimentar foi avaliado por um Questionário de Freqüência Alimentar. Para a comparação do consumo com a recomendação de ingestão de energia e de macronutrientes, utilizaram-se as Dietary Reference Intakes. A análise do consumo de doces baseou-se nas recomendações do guia alimentar norte-americano. Dados de consumo de refrigerantes e bebidas com adição de açúcar foram avaliados em comparação com outros estudos. RESULTADOS: O estudo incluiu 390 adolescentes. Apenas 6,2% destes apresentaram consumo energético em conformidade com o intervalo preconizado e 83,8% revelaram ingestão energética acima dos valores propostos. Expressiva parcela apresentou consumo de carboidratos e proteínas de acordo com o recomendado, mas foi verificado consumo alto de lipídios em 36,7% da amostra. Comprovou-se um consumo médio de 3,8 porções diárias de doces, sendo que 78,2% dos entrevistados ultrapassaram a recomendação máxima. O consumo médio diário alcançou aproximadamente 230ml e 550ml de refrigerante e bebidas com adição de açúcar, respectivamente. CONCLUSÃO: Devido à alarmante inadequação das práticas alimentares observadas entre os adolescentes, devem ser adotadas estratégias educativas que enfatizem a redução do consumo de açúcares e os benefícios da adoção de uma dieta equilibrada. _________________________________________________________________________________________________________________ ABSTRACT:
OBJECTIVE: To describe the dietary patterns of adolescents in relation to energy intake, distribution of macronutrients in diet and consumption of portions of sweets, soft drinks and sugar-added beverages. METHODOLOGY: A sample of adolescents enrolled in public schools in Piracicaba, São Paulo, was evaluated. A Food Frequency Questionnaire evaluated dietary intake. The Dietary Reference Intakes was used to compare energy and macronutrient intake. The analysis of sweets intake was based on the recommendations of North-American guidelines. Information about intake of soft drinks and sugar-added beverages was evaluated and compared to previous studies. RESULTS: The study included 390 adolescents. Only 6.2% of them complied with the recommended energy intake and 83.8% presented consumption above the estimated level. Most of the adolescents presented carbohydrate and protein intake between recommended levels, but 36.7% showed a high fat intake. Average intake of sweets was 3.8 portions a day and 78.2% of the adolescents interviewed exceeded the maximum recommended. The daily average intake reached approximately 230mL of soft drinks and 550mL of sugar-added beverages. CONCLUSION: Due to the alarmingly inadequate dietary practices observed among adolescents, educational measures must be taken in order to emphasize the reduction in sugar intake and the benefits gained from following a balanced diet.
Licença: Revista Brasileira de Epidemologia - Todos os conteúdos deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons (Atribuição 3.0 Não Adaptada (CC BY 3.0)). Fonte: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_serial&pid=1415-790X&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 17 jul. 2013.
DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S1415-790X2006000100015
Aparece nas coleções:NUT - Artigos publicados em periódicos

Mostrar registro completo do item Recomendar este item Visualizar estatísticas



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.