Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/13686
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2012_EricaSimonedosSantosSouza.pdf4,41 MBAdobe PDFView/Open
Title: Detecção e avaliação da atividade da cárie por meio do ICDAS II
Authors: Souza, Erica Simone dos Santos
Orientador(es):: Bezerra, Ana Cristina Barreto
Coorientador(es):: Azevedo, Tatiana Degani Paes Leme
Assunto:: Cáries dentárias em crianças
Dentição
Dentes - doenças - diagnóstico
Issue Date: 24-Jul-2013
Citation: SOUZA, Erica Simone dos Santos. Detecção e avaliação da atividade da cárie por meio do ICDAS II. 2012. 97 f., il. Dissertação (Mestrado em Ciências da Saúde)—Universidade de Brasília, Brasília, 2012.
Abstract: Introdução: Os critérios do ICDAS possibilitam a detecção da cárie em estágios cavitados e não-cavitados e atualmente vêm sendo utilizados em muitos estudos, por ser mais detalhado que o tradicional CPO. Torna-se necessário, além da detecção da cárie, avaliar a atividade da cárie para possibilitar a escolha da melhor estratégia de tratamento. A avaliação da atividade da cárie pode ser realizada por meio do LAA como complemento à detecção de cárie do ICDAS. No Brasil, poucos estudos que utilizaram o LAA foram realizados. A maioria deles comparando o potencial de detecção do ICDAS-LAA com outros métodos de detecção e não da sua aplicação clínica como indicador da atividade de cárie. Objetivo: Realizar o levantamento da condição bucal de crianças na dentição mista, utilizando o ICDAS e o LAA. Método: 253 crianças de 7 a 13 anos foram examinadas por um único examinador calibrado. Foram coletados dados como IPV, ISG, códigos do ICDAS II e avaliação da atividade da lesão por meio do LAA. Os dados foram processados no programa SAS 9.1. Resultados: O coeficiente de concordância intra-examinador para os critérios do ICDAS II = 0,83 e LAA = 0,85 para a aparência clínica, 0,91 para área de estagnação de placa e 0,87 para a sensação táctil. A prevalência de cárie foi considerada alta = 98,41% das crianças apresentaram alguma superfície com lesão de cárie não-cavitada. Para o ceo-s/CPO-S foram consideradas como superfícies cariadas os códigos de 3 a 6 do ICDAS II, resultando em ceo-s = 3,11 onde 101 crianças (39,92%) não apresentavam nenhuma superfície de dente decíduo cariada. O CPO-S = 2,14 mostrou que 11 crianças (4,34%), não apresentavam nenhuma superfície de permanentes cariada, evidenciando a subestimação da doença cárie quando do uso dos índices ceo-s e CPO-S. O LAA mostrou que 62,57% das lesões de cárie estavam ativas e 77,5% delas eram lesões cavitadas. Conclusões: A prevalência de cárie foi considerada alta, apresentando maior frequência de lesões não-cavitadas. Foram encontrados poucos procedimentos restauradores e exodontias realizadas. A avaliação da atividade da cárie pelo LAA demonstrou alta prevalência de lesões de cárie ativas nas lesões não-cavitadas e cavitadas. _______________________________________________________________________________________ ABSTRACT
Introduction: The ICDAS II criteria allows caries detection in cavitated and noncavitated stages and nowadays are being used in many studies to be more detailed than the traditional CPO. It’s necessary, besides the caries detection, evaluate caries activity to allow a better choice of treatment management. The evaluation of dental caries activity can be accomplished through the LAA in addition to the ICDAS detection of caries. In Brazil, few studies using the LAA were performed. Most of them comparing the potential detection of LAA-ICDAS with other detection methods and not their clinical application as an indicator of caries activity. Objective: Conduct a survey of oral health status of children in the mixed dentition, using ICDAS and LAA. Method: 253 children aged 7 to 13 years were examined by a single calibrated examiner. Data were collected as visile plaque index, gengival bleeding index, ICDAS II codes and assessment of lesion activity through the LAA. Data were processed in SAS 9.1 software. Results: The intra-examiner reliability coefficient to the ICDAS II criteria was 0,83. For the clinical appearance was 0,85, for the evaluation of the plaque stagnation was 0,91 and tactile feeling 0,87. Caries prevalence was considered high because 98,41% of the children had some surface with non-cavitated caries lesion. For dmf-s/DMF-S decayed surfaces were considered ICDAS codes 3 to 6, resulting in a dmf-s = 3,11 where 101 children (39,92%) presented no decayed deciduous teeth surface. DMF-S = 2,14 showed that 11 children (4,34%) had none decayed permanent surface, determining a underestimation of the caries disease when using dmf-s and DMF-S indexes. The LAA showed that 62.57% of the caries lesions were active and 77.5% of them were cavitated. Conclusion: The prevalence of caries was considered high, with higher frequency of non-cavitated lesions. There are few restorative procedures and dental extractions. The assessment of caries activity for the LAA demonstrated high prevalence of active caries lesions in non-cavitated and cavitated lesions.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde, 2012
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Appears in Collections:FS - Mestrado em Ciências da Saúde (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/13686/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.