Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/1368
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_2007_GustavoTakano.pdf1,5 MBAdobe PDFView/Open
Title: Perfil imunoistoquímico dos tumores neuroendócrinos
Authors: Takano, Gustavo Henrique Soares
Orientador(es):: Cavalcanti Neto, Florêncio Figueiredo
Assunto:: Tumor neuroendócrino
Neoplasia
Marcador tumoral
Câncer
Issue Date: 2007
Citation: TAKANO, Gustavo Henrique Soares. Perfil imunoistoquímico dos tumores neuroendócrinos. 2007. 83 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Médicas)-Universidade de Brasília, Brasília, 2007.
Abstract: Os tumores neuroendócrinos são um conjunto de neoplasias agrupadas por características morfofuncionais em comum porém de grande variabilidade de sítios de acometimento, histogênese, apresentação clínica e prognóstico. O presente estudo afere o perfil de imunomarcação, com o objetivo de caracterização da histogênese e correlação com fatores determinantes de seu comportamento biológico. Foram selecionados 20 casos de peças cirúrgicas com o diagnóstico histopatológico de neoplasias neuroendócrinas. Reações imunoistoquímicas com anticorpos específicos para identificar as proteínas Sinaptofisina, Cromogranina, Ki67, p53, c- kit, VEGF, e- caderina, 34βE12, CD99, e S100 foram empregadas. A expressão foi medida em escalas em dois e quatro níveis, e suas frequências foram comparadas às médias ou freqüências das demais variáveis do estudo – idade, sexo, localização tumoral, classificação conforme a OMS, e classificação em dois níveis prognósticos. A avaliação dos resultados demonstra que para a Cromogranina a imunoexpressão moderada a forte foi observada em 95% dos casos, enquanto que CD99 e 34βE12 foi observada em apenas em 5% dos casos. A marcação do ki67 foi mais intensa nos tumores malignos. A expressão da proteína E-caderina foi mais frequentemente observada nas neoplasias não pertencentes aos tratos digestório e respiratório. Os tumores neuroendócrinos do aparelho digestório apresentam, respectivamente, pouca expressão para a proteína S100 e elevada expressão para Sinaptofisina. As demais variáveis não mostraram diferenças estatisticamente significativas. Estes resultados estabelecem correlação com a histogênese. Verifica-se aparente especificidade das neoplasias com a Cromogranina, e Sinaptofisina, e ki-67, além da inespecificidade para 34βE12. Verifica-se ainda que algumas destas proteínas são mais observadas em tumores de sítios específicos, como S100, e a E-caderina. VEGF, CD99, p53 e c-kit são expressos em pequenos subconjuntos destes tumores, não correlatos às variáveis estudadas. _____________________________________________________________________________________ ABSTRACT
Neuroendocrine tumours are a group of neoplasias that share morfofuncional characteristics but have a great variety of location, histogenesis, clinical presentation and prognosis. This study tests the immunohistochemistry profile of immunostaining to determine histogenetic characteristics and correlations with biological behavior determining factors. Twenty retrospective neuroendocrine tumors cases were selected and submitted to immunohistochemistry reaction with specific antibodies against synaptophysin, chromogranin, Ki67, p53, c- kit, VEGF, E-cadherin, 34βE12, CD99, e S-100. The immunoreactivity was scaled into a two and four-levels scale, and its frequencies were compared to the other variables – age, sex, location, classification according to WHO and classification in two prognostic levels. Chromogranin was the most frequent marker, with moderate to strong immunoexpression in 95% of the cases, and the least frequent markers were CD99 and 34βE12, in 5%. Ki67 reaction was stronger in malignant tumors. E-cadherin was more frequently observed in tumours outside digestive and respiratory sites. The neuroendocrine tumours of the digestive tract had, respectively, S100 low expression and synaptophysin high expression. All the other variables tested were not statistically significant. This results made a histogenetic correlation. There is apparently specificity with chromogranin, synaptophysin and ki-67, and there is not with 34βE12. Some of this proteins are more frequent in specifical sites, as S100 and E-cadherin. VEGF, CD99, p53 and c-kit are expressed in small and not correlated to the studied variables subgroups of tumours.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Medicina, 2007.
Appears in Collections:FMD - Mestrado em Ciências Médicas (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/1368/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.