Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/13250
Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2012_MariaHelenaSousadaSilvaFialho.pdf1,63 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir
Título: Do Araguaia ao Planalto : uma auto-análise da gestão de políticas públicas em educação escolar indígena
Autor(es): Fialho, Maria Helena Sousa da Silva
Orientador(es): Nogueira, Mônica Celeida Rabelo
Assunto: Desenvolvimento sustentável
Meio ambiente e desenvolvimento sustentável
Índios da América do Sul - Brasil
Educação
Data de publicação: 5-Jun-2013
Referência: FIALHO, Maria Helena Sousa da Silva. Do Araguaia ao Planalto: uma auto-análise da gestão de políticas públicas em educação escolar indígena. 2012. 131 f., il. Dissertação (Mestrado Profissional em Desenvolvimento Sustentável)—Universidade de Brasília, Brasília, 2012.
Resumo: Este trabalho apresenta um relato autoetnográfico sobre a minha experiência na gestão de políticas públicas, no contexto da educação escolar indígena. Relato o processo da minha formação e inserção no indigenismo, tendo como foco a reflexão sobre a minha prática profissional na educação escolar indígena, ao longo de uma década. Busco compreender como se estabeleceu a política nacional de educação escolar indígena, analisando criticamente as conquistas, tensões e retrocessos que marcaram a história recente dessa política pública. Realizo esse exercício sob o ponto de vista de quem participou ativamente desse processo (ou seja como insider), exigindo uma atenção permanente e um esforço de crítica e autocrítica. _______________________________________________________________________________________ ABSTRACT
This paper presents a self-ethnographic narrative about my experience in managing public policies, in the context of indigenous education. The work is based on my learning process and my introduction to the indigenous culture, or “indigenismo”, focusing on reflections about my professional work in the indigenous education for over a decade. I sought to understand how a national policy for indigenous education was established, critically analyzing achievements, setbacks and tension relationships that have market the recent implementation of such policy. The work was elaborated from an insider point of view, a person who has been actively participating in the process, which required a permanent attention and effort of criticism and self-criticism.
Informações adicionais: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Centro de Desenvolvimento Sustentável, 2012.
Licença: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Aparece nas coleções:CDS - Mestrado Acadêmico em Desenvolvimento Sustentável (Dissertações)

Mostrar registro completo do item Recomendar este item Visualizar estatísticas



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.