Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/13197
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2003_SebastiaoAfonsoVianaMacedoNeves.pdf20,13 MBAdobe PDFView/Open
Title: Estudo soroepidemiológico das hepatites B e Delta na população de doze municípios do estado do Acre, Brasil
Authors: Neves, Sebastiao Afonso Viana Macedo
Orientador(es):: Macêdo, Vanize de Oliveira
Assunto:: Hepatite B - Amazônia
Hepatite D - Amazônia
Issue Date: 24-May-2013
Citation: NEVES, Sebastiao Afonso Viana Macedo. Estudo soroepidemiológico das hepatites B e Delta na população de doze municípios do estado do Acre, Brasil. 2003. xvi, 157 f., il. Tese (Doutorado em Medicina Tropical)—Universidade de Brasília, Brasília, 2003.
Abstract: O estudo de soroprevalência das hepatites B e Delta foi realizado no Estado do Acre, Amazônia Ocidental brasileira onde o VHD está associado a formas severas de hepatite fulminante de transmissão intrafamilial em áreas de florestas ribeirinhas. A ocorrência desses casos está restrita a algumas áreas do Estado do Acre, onde também se encontram, com frequência, casos de cirrose e carcinoma hepatocelular associado ao VHB e VHD. Objetivos: investigar a infecção pelo VHB e VHD em amostra representativa da população do Estado, incluindo residentes da área rural. Metodologia: com base nessas observações, realizous-se estudo seccional, com a coleta de amostras de soro após o preenchimento de questionário epidemiológico. os marcadores sorológicos foram realizados pela técnica ELISA, e a genotipagem do VHB foi realizada pelo sequenciamento da região S. Resultados: das 2.695 pessoas estudadas, 89 (3,3%) foram positivas para o AgHBs. enquanto 1.628 (60,4%) foram positivas para o anti-HBc. Em 61 pacientes, os resultados sorológicos não foram conclusivos. Do total da amostra, 47 (1,7%) foram positivas para o anti-VHD total. A presença do anti -VHD esteve associada a: 1) maior faixa etária; 2) sexo masculino; 3)menor grau de escolaridade; 4) passado de malária; 5) história pregressa de hepatite aguda; 6) tatuagem; 7) etnia ameríndia. Os genótipos do VHB mais encontrados foram o A e o F com os subtipos adw2 e adw4. Conclusão: o estudo demonstra que há elevada prevalência da infecção pelo VHB e VHD na Amazônia Ocidental, onde predominam os genótipos A e F do VHB. Estudos futuros devem ser dirigidos para melhor identificar os aspectos epidemiológicos e virológicos e propor estratégias de prevenção para o VHB e VHD na área hiperendêmica, principalmente no tocante à população ameríndia.
Abstract: The seroprevalence study of Hepatitis B and Delta Virus (HDV) infection was performed in the State of Acre, Western Amazon, where HDV is implicated in severe hepatitis cases involving family clusters residents in forest areas that surround the rivers. However, the occurrences of these cases are circumscribed to some areas of the Acre State where HDV related cirrhosis and hepatocellular carcinome are also described. Objective: to investigate the prevalence of HDV antibodies (IgG and IgM) and HBV Markers (AgHBs, ant-HBs and ant-HBc) in representative samples of the population of the State, including residents of rural areas. Methods: Based on these findings, a sectional study was performed in which sera samples were collected after filling an epidemiological questionnaire. Serological markers were performed by ELISA Tests (Abbott/Organon). The HBV genotyping was determined by Sequencing S region. Results: out of 2.695 samples, 89 (3.3%) were HBsAg positive and l.628 (61.5%) were positive for the anti-HBc IgG. HDV markers were found in 47 cases (1.7%). The presence of anti-HDV was also associated with: 1) Amerindian ethnic groups; 2) lower educational level; 3) past history of acute viral hepatitis, 4) past history of malaria; 5) gender (male): 6) past history of tattooing; 7) older age. The most frequent HBV genotypes found in the studied areas were A and F with the subtypes adw2 and adw4. Conclusions: The study demonstrated the high prevalence of the HBV/HDV in Western Amazonia as well as the predominant HBV genotypes A and F. Future studies must be directed to define strategies of treatment and prevention of HBV and HDV in this hyperendemic area, mainly in relation to the Amerindian populations which seem to be highly exposed to those virusis.
Description: Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Medicina, Programa de Pós-Graduação em Medicina Tropical, 2003.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Appears in Collections:FMD - Doutorado em Medicina Tropical (Teses)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/13197/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.