Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/13184
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2013_CandidaBeatrizAlves.pdf1,19 MBAdobe PDFView/Open
Title: Integração, identidade e universidade na América Latina
Authors: Alves, Cândida Beatriz
Orientador(es):: Pedroza, Regina Lúcia Sucupira
Assunto:: Integração latino-americana
Identidade
Universidades e faculdades
Issue Date: 23-May-2013
Citation: ALVES, Cândida Beatriz. Integração, identidade e universidade na América Latina. 2013. xi, 144 f. il. Dissertação (Mestrado em Processos de Desenvolvimento Humano e Saúde) —Universidade de Brasília, Brasília, 2013.
Abstract: A América Latina surgiu enquanto continente e espaço simbólico muito tempo após a conquista territorial. Isso envolveu diversos atores sociais, políticos, institucionais e culturais. O processo de colonização significou o encontro entre diferentes povos e culturas, entre os quais havia desigualdades nas relações de poder. A relação entre os países da América Latina foi historicamente marcada por aproximações e tensões, tendo em vista semelhanças e diferenças histórico-culturais, mas também escolhas políticas e econômicas. Nos últimos anos, a integração latino-americana tem recebido grande atenção, originando medidas de aproximação em diferentes âmbitos. Destacamos, neste trabalho, a universidade como lócus privilegiado de uma integração que se pretenda autêntica e duradoura, baseando-se, para isso, na criação de vínculos intersubjetivos e identitários. Nesse contexto, trazemos o conceito de identidade como o posicionamento subjetivo do ser humano diante de uma realidade histórica e social que o leva a sentir que compartilha conteúdos simbólico-afetivos com outros indivíduos, compondo assim um grupo ao qual há um sentimento de pertença. A identidade é fenômeno dinâmico e flexível, que emerge distintamente em diferentes situações nas quais se encontre o sujeito. Toma-se como perspectiva teórica a Psicologia histórico-cultural, segundo a qual o ser humano se relaciona com o mundo por intermédio de conteúdos simbólico-afetivos, compartilhados com outros indivíduos e construídos historicamente. Nosso objetivo geral neste trabalho foi investigar possível vinculação identitária à América Latina expressa por estudantes de diferentes países latino-americanos no âmbito da universidade. Foram feitas 16 entrevistas semiestruturadas, com estudantes de graduação da Universidade de Brasília de sete nacionalidades: 11 estrangeiros e cinco brasileiros. As entrevistas foram analisadas com base no método de análise de conteúdo, segundo o qual as falas são agregadas em unidades de significação. Foram elas: diferenças e semelhanças na América Latina; identidade e alteridade na relação entre América Latina, Estados Unidos e Europa; relação entre Brasil e países hispano-americanos; identidade latino-americana; integração e universidade na América Latina. As concepções de América Latina revelaram uma dialética entre semelhanças e diferenças, em que frequentemente a diversidade foi levantada como fator agregador no continente. Entretanto, reconheceu-se um desequilíbrio nas relações de poder e valorização cultural no continente. Ademais, a região foi constantemente associada a problemas políticos, econômicos e sociais, o que apareceu como homogeneizador da América Latina, significando-a pela falta e negação. Observou-se também constante oposição entre a América Latina, por um lado, e Estados Unidos e Europa, por outro, com a primeira região sempre ocupando lugar de inferioridade. Notou-se um afastamento do Brasil com relação ao restante da América Latina, descrito muito mais como uma autoexclusão. Essas dimensões foram essenciais para o entendimento dos conteúdos simbólico-afetivos que baseavam o vínculo identitário dos estudantes à América Latina. Expresso por alguns, este não pôde ser generalizado. Percebeu-se a necessidade de ressignificar a identidade latino-americana, valorizando sua diversidade e criando vínculos de solidariedade no continente. Reforçamos a necessidade de novas pesquisas sobre identidade latino-americana e sobre como iniciativas de integração contribuem para a criação de laços intersubjetivos entre as populações dos países. ______________________________________________________________________________ ABSTRACT
Only long after its territorial conquest, Latin America came up as a continent and a symbolic space, involving several social, political, institutional and cultural actors. The colonization process has implied the meeting between different people and cultures, each of them with differences within their power relations. Relations between the Latin American Countries have been historically marked by approximations and tensions in view of historical-cultural similarities and differences as well as political and economic choices. Latin America integration has recently called significant attention and has given origin to approximation measures in different scopes. Within the framework of the present study, the privileged position of the university for authentic and lasting integration has to be emphasized as regards the establishment of intersubjective and identity linkages. In this connection, the concept of identity is being presented here as the subjective positioning of an individual in face of such an historical and social reality that gives him the impression to share symbolic-affective contents with others, thus forming a group with a sense of belonging. Identity has to be regarded as dynamic and flexible phenomenon that arises under different shapes in varied situations of a subject. Historical-cultural Psychology has been taken as theoretical perspective due to its premise to consider the individual in the frame of his environmental relations by means of those symbolic-affective relations he shares with other individuals and that have been historically built up to others. It has been our general aim to investigate a possible Latin American identity linkage of university students from different Latin American countries. 16 semi-structured interviews have been made with graduate students of seven different nationalities of the University of Brasilia: 11 foreigners and five Brazilians. Interviews have been analyzed based on the methods of content analysis, in a way that speech aggregates into signification unities, those being: differences and similarities in Latin America; identity and alterity in relations between Latin America, United States and Europe; relations between Brazil e Hispano- American countries; Latin American identity; integration and university in Latin America. The concepts on Latin America uncovered a dialectics of similarities and differences where diversity frequently is seen as an aggregating factor on the continent. Nevertheless, a disequilibrium within power relations and cultural appreciation could be recognized. Furthermore, the region has been constantly associated to political, economic and social problems, showing up as homogenizer of Latin America through lack and negation. A steady opposition between Latin America, United States and Europe has also been observed, in a way that the former usually holds an inferior position. Strong separation of Brazil from the remainder of Latin America has been seen in terms of autoexclusion. Those dimensions have to be understood as essential for the symbolic-affective contents that form identity linkages of Latin American students. The necessity to give new meanings to Latin American identity seems to be urgent as for its diversity appreciation and solidarity linkages. Closer investigations on Latin American identity and on how integration initiatives may contribute to form intersubjective bounds between the people need to be done.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Programa de Pós-Graduação em Processos de Desenvolvimento Humano e Saúde, 2013.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Appears in Collections:PED - Mestrado em Processos de Desenvolvimento Humano e Saúde (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/13184/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.