Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/13111
Título: Do campo à "Campanha": gênero, performance e narrativas orais na fronteira entre o Brasil e o Uruguai
Título(s) alternativo(s): From countryside to "Campaign": gender, performance and oral narratives in Brazil and Uruguay border's
Autor(es): Hartmann, Luciana
Assunto: Contadores de histórias
Narrativas históricas
Fronteiras - Brasil - Argentina
Fronteiras - Brasil - Uruguai
Data de publicação: Jan-2010
Editor: Centro de Filosofia e Ciências Humanas e Centro de Comunicação e Expressão da Universidade Federal de Santa Catarina
Citação: HARTMANN, Luciana. Do campo à "Campanha": gênero, performance e narrativas orais na fronteira entre o Brasil e o Uruguai. Revista Estudos Feministas, Florianópolis, v. 18, n. 1, jan./abr. 2010. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-026X2010000100005&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt>. Acesso em: 14 maio 2013. http://dx.doi.org/10.1590/S0104-026X2010000100005.
Resumo: Neste artigo abordo questões referentes à configuração dos papéis de gênero entre contadoras e contadores de "causos" da região da fronteira entre Brasil e Uruguai, considerando também o papel da pesquisadora nesse contexto. Na pesquisa etnográfica realizada, as diferenças entre os gêneros foram gradualmente revelando sua importância para o estudo das histórias narradas e, consequentemente, para a compreensão da sociedade fronteiriça. Assim como na organização social local percebe-se uma clara divisão do trabalho, do tempo e dos espaços ocupados por homens e mulheres, também nas narrativas orais e nas suas performances essa divisão encontrará correspondência. Levando em conta esses aspectos, procuro demonstrar de que maneira, seja no conteúdo das narrativas, seja na forma de contá-las, essas diferenças vão sendo demarcadas. ____________________________________________________________________________________________________________ ABSTRACT
This article focuses on questions concerning the configurations of the gender roles among the female and male storytellers at Brazil/Uruguay border, taking into consideration the role of the researcher in this context. The differences of gender were gradually revealing its importance in the study of the oral narratives and, consequently, in understanding the frontier society, in the context of the present ethnography. The sexual division of work, time and space present in the local social organization is expanded to the oral narratives as well as to their performances. I intend to explore how these aspects, on narrative contents and/or on the way they are told, are being constructed while these differences are being delimitated.
Licença: Revista Estudos Feministas - Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons (Attribution-NonCommercial 3.0 Unported (CC BY-NC 3.0)). Fonte: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_serial&pid=0104-026X&lng=pt&nrm=iso. Acesso em: 14 maio 2013.
DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0104-026X2010000100005
Aparece nas coleções:CEN - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
ARTIGO_CampoCampanhaGenero.pdf103,66 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.