Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/12690
Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
ARTIGO_limitationsPossibilitiesNurses.pdf469,13 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir
ARTIGO_LimitesPossibilidadesTrabalho.pdf438 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir
Título: Limites e possibilidades do trabalho do enfermeiro na estratégia saúde da família : em busca da autonomia
Outros títulos: The limitations and possibilities of nurses’ work in the family health strategy : in the search for autonomy
Límites y posibilidades del trabajo del enfermero en la estrategia salud de la familia : en búsqueda de la autonomía
Autor(es): Pires, Maria Raquel Gomes Maia
Assunto: Enfermagem - saúde pública
Autonomia profissional
Programa de Saúde da Família (Brasil)
Data de publicação: 2011
Editora: Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem
Referência: PIRES, Maria Raquel Gomes Maia. Limites e possibilidades do trabalho do enfermeiro na estratégia saúde da família: em busca da autonomia. Revista da Escola de Enfermagem da USP, São Paulo, v.45, n.spe2, p. 196-207, 2011. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/reeusp/v45nspe2/13.pdf>. Acesso em: 03 abr. 2013. doi: http://dx.doi.org/10.1590/S0080-62342011000800013. _______________________________________________________________________________________
PIRES, Maria Raquel Gomes Maia. The limitations and possibilities of nurses’work in the family health strategy: in the search for autonomy. Journal of São Paulo University School of Nursing, São Paulo, v.45, n.spe 2, p. 196-207, 2011. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/reeusp/v45nspe2/en_13.pdf>. Acesso em: 03 abr. 2013. doi: http://dx.doi.org/10.1590/S0080-62342011000800013.
Resumo: Questiona-se de que forma o enfermeiro pode contribuir para a consolidação da Estratégia Saúde da Família (ESF), no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS), na busca da autonomia profissional. Discutem-se os limites e as possibilidades do trabalho do enfermeiro na ESF para a consolidação do SUS; avalia-se a oferta de consultas de enfermagem realizadas pela ESF de Belo Horizonte (BH); reflete-se sobre a face política da autonomia nos posicionamentos dos enfermeiros. Estudo de caso de natureza quanti-qualitativa. Foi avaliada a oferta de consultas de enfermagem em Unidades Básicas de Saúde (UBS) a partir de dados secundários e parâmetros oficiais, como indicativos de autonomia. Em seguida, analisou-se a autonomia no trabalho da ESF por meio de grupos focais. O enfermeiro pode fortalecer a ESF para a consolidação do SUS, se melhor compreender o contexto sócio-histórico, a ambiguidade das relações de poder e a prática social da profissão, aperfeiçoando-a crítica, coletiva e criativamente.
Abstract: The paper addresses how nurses can contribute to the consolidation of the Family Health Strategy (FHS) within the Brazilian National Health System (Sistema Único de Saúde - SUS), in the search for professional autonomy. Objectives: To discuss the limitations and possibilities of nursing work in the FHS aimint at the consolidation of the SUS; evaluate the available nursing appointments carried out by the FHS in Belo Horizonte (BH); reflect on the political aspects of nurses’ autonomy on job positions. This is a quanti-qualitative stud study. We evaluated the availablitiy of nursing appointments in basic Health Units (BHs) based on secondary data and official parameters as indicators of autonomy. Subsequently, through focal groups, we analyzed nurses’ autonomy in the FHS. Nurses can strengthen the FHS for the consolidation of the SUS, as long as they improve their understanding of the sociohistorical context of nursing, the ambiguity of power relationships and social practice of the profession, improving it criticism, collectively and creatively.
Resumen: Se cuestiona de qué forma el enfermero puede contribuir para consolidar la Estrategia Salud de la Familia (ESF), en el ámbito del Sistema Único de Salud (SUS), en búsqueda de la autonomía profesional. Se discuten los límites y posibilidades del trabajo del enfermero en la ESF para consolidación del SUS; evaluar oferta de consultas de enfermería realizadas por la ESF Belo Horizonte (BH); reflexionar sobre la faz política de autonomía en la posición del enfermero; Estudio de caso cuanti-cualitativo. Se evaluó oferta de consultas de enfermería en Unidades Básicas de Salud (UBS) desde datos secundarios y parámetros oficiales, como indicativos de autonomía. Luego, se analizó la autonomía de trabajo de la ESF mediante grupos focales. El enfermero puede fortalecer la ESF para consolidación del SUS, comprendiendo mejor el contexto socio-histórico, la ambigüedad de relaciones de poder y la práctica social de la profesión, perfeccionándola crítica, colectiva y creativamente.
Licença: Revista da Escola de Enfermagem da USP - Todos os conteúdos deste periódico, exceto onde indicado o contrário, está licenciada sob uma Licença Creative Commons (Attribution-NonCommercial 3.0 Unported (CC BY-NC 3.0)). Fonte:http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0080-62342011000800013&script=sci_arttext. Acesso em: 03 abr. 2013.
DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0080-62342011000800013
Aparece nas coleções:ENF - Artigos publicados em periódicos

Mostrar registro completo do item Recomendar este item Visualizar estatísticas



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.