Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/12511
Título: O planejamento da expressividade na música contemporânea
Autor(es): Santos, Alvaro Henrique Siqueira Campos
Orientador(es): Corrêa, Antenor Ferreira
Assunto: Performance (Arte)
Música - análise, apreciação
Prática interpretativa - música
Data de publicação: 18-Mar-2013
Data de defesa: 2012
Citação: SANTOS, Alvaro Henrique Siqueira Campos. O planejamento da expressividade na música contemporânea. 2012. 100 f., il. Dissertação (Mestrado em Música)—Universidade de Brasília, Brasília, 2012.
Resumo: O ponto de partida para esta pesquisa foi a notada ausência de literatura sobre a construção da interpretação da música contemporânea. Diferentemente do repertório tradicional, são poucos os livros que se dedicam a esse assunto. Assim, nesta dissertação objetivou-se buscar decisões interpretativas expressivas para uma composição contemporânea inédita. Foi utilizado como objeto de estudo a obra Brasília 50, de Jorge Antunes, para violão e sons pré-gravados. Após investigar ideias de MEYER (1956) e de HURON (2006) sobre interpretação musical, expressividade musical e sua relação com a geração de expectativas, vislumbrou-se na aplicação de leis e princípios de percepção da Gestalt um campo promissor a ser usado na interpretação musical. Verificou-se que é possível elaborar diversas escolhas interpretativas a partir desses conceitos, permitindo o planejamento de uma performance musical expressiva. Os padrões de percepção da Gestalt indicam quais expectativas são geradas e, como sugerido pelos autores citados, foram feitas escolhas interpretativas que confirmam, frustram, adiam, ou enfraquecem essas expectativas, gerando, assim, a expressividade musical. _______________________________________________________________________________________ ABSTRACT
The starting point for this research was the noted absence of literature on the performance of contemporary music. Unlike the traditional repertoire, there are few books dedicated to this topic. Therefore, on this dissertation it is aimed to searching for expressive interpretative choices for an unpremiered contemporary composition. It was used as object of study the musical work Brasília 50, by Jorge Antunes, for guitar and pre-recorded sounds. After investigating ideas of MEYER (1956) and of HURON (2006) on musical interpretation, musical expressivity and its relation with the arousal of expectations, it was seen that the aplication of Gestalt’s laws and principles of perception is a promissing field to be used on the musical interpretation. It was noticed that it is possible to elaborate several interpretative choices from these concepts, allowing the planing of an expressive musical performance. The Gestalt patterns of perception indicate which expectations are aroused and, as suggested by the authors mentioned, were made interpretative choices that confirm, frustrate, delay or weaken those expectations, generating, therefore, the musical expressivity.
Descrição: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Artes, Departamento de Música, Programa de Pós-Graduação em Música em Contexto, 2012.
Aparece nas coleções:IdA - Mestrado em Música (Dissertações)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2012_AlvaroHenriqueSiqueiraCamposSantos.pdf25,5 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.