Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/12483
Título: A educação nutricional nos programas oficiais de prevenção da deficiência da vitamina A no Brasil
Título(s) alternativo(s): Nutrition education in the official programs for preventing vitamin A deficiency in Brazil
Autor(es): Rodrigues, Lívia Penna Firme
Roncada, Maria José
Assunto: Deficiência de vitamina A
Educação alimentar e nutricional
Desnutrição
Política alimentar - Brasil
Data de publicação: Mar-2010
Editor: Pontifícia Universidade Católica de Campinas
Citação: RODRIGUES, Lívia Penna Firme; RONCADA, Maria José. A educação nutricional nos programas oficiais de prevenção da deficiência da vitamina A no Brasil. Revista de Nutrição, Campinas, v. 23, n. 2, mar./abr. 2010. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-52732010000200012&lng=en&nrm=iso>. Acesso em: 8 mar. 2013. http://dx.doi.org/10.1590/S1415-52732010000200012.
Resumo: O objetivo deste artigo é identificar a inserção da Educação Nutricional nos programas oficiais brasileiros de combate à deficiência de vitamina A no Brasil, no período de 1968 a 2008. A metodologia utilizada foi pesquisa bibliográfica e pesquisa documental, onde foram analisados documentos oficiais, arquivados na Coordenação Geral de Políticas de Alimentação e Nutrição, do Ministério da Saúde, referentes aos programas governamentais nacionais para a prevenção e controle da Deficiência de Vitamina A. Descreve-se a trajetória da Educação Nutricional nos programas oficiais de combate à Deficiência de Vitamina A no Brasil, desde sua implantação até os dias atuais, constatando-se que a prática de Educação Nutricional é recomendada, porém não executada. Isso ocorre porque as ações propostas nos programas oficiais são sugeridas como ações pontuais, ao invés de estarem inseridas em uma política pública de promoção da saúde. Nesse sentido, o atual programa de prevenção e combate a essa Deficiência evoluiu, pois recomenda o aleitamento materno e a alimentação saudável - medidas de promoção da saúde -, como essenciais para a sua prevenção. Conclui-se que, à medida que a Educação Nutricional avance e se estabeleça como parte de uma política pública intersetorial de promoção para a saúde, a alimentação saudável passe a fazer parte da vida dos brasileiros, prevenindo não apenas a Deficiência de Vitamina A, mas, também, outras doenças carenciais e as crônicas não transmissíveis. ___________________________________________________________________________________________________________ ABSTRACT
The objective of this article is to identify the insertion of nutrition education in the official Brazilian programs for the prevention of vitamin A deficiency in Brazil, in the period from 1968 to 2008. The employed methodology was a literature and document research, analyzing the official documents kept by the General Coordination of Food and Nutrition Policies of the Ministry of Health regarding national governmental programs for the prevention and control of vitamin A deficiency. The trajectory of nutrition education in the official programs for the prevention of Vitamin A deficiency in Brazil is described, from its implementation to the present days. Nutrition education was found to be recommended but not done. This happens because the actions proposed by the official programs are solitary actions when in fact they should be inserted in a health-promoting public policy. In this sense, the current program for the prevention of vitamin A deficiency has improved, since it recommends breastfeeding and healthy eating habits as essential factors for its prevention, measures that promote health. In conclusion, as nutrition education advances and is established as part of a trans-sector health-promoting public policy, healthy eating habits become part of Brazilians’ daily life, preventing not only vitamin A deficiency, but also other nutritional deficiencies and non-communicable chronic diseases
Licença: Revista de Nutrição - Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons (Attribution-NonCommercial 3.0 Unported (CC BY-NC 3.0)). Fonte: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_serial&pid=1415-5273&lng=pt&nrm=iso. Acesso em: 14 mar. 2013.
DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S1415-52732010000200012
Aparece nas coleções:FUP - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
ARTIGO_EducacaoNutricionalProgramas.pdf312,39 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.