Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/12464
Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
ARTIGO_PrevalenceBluetongueVirus.pdf574,8 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir
Título: Prevalence of bluetongue virus antibodies in sheep from Distrito Federal, Brazil
Outros títulos: Prevalência de anticorpos contra o vírus da língua azul em ovinos do Distrito Federal
Autor(es): Dorneles, Elaine Maria Seles
Gonçalves, Vitor Salvador Picão
Morcatti, Fernanda Coura
Guimarães, Alessandro de Sá
Lobato, Zélia Inês Portela
Lage, Andrey Pereira
Gouveia, Aurora Maria Guimarães
Heinemann, Marcos Bryan
Assunto: Ovino - doenças
Ruminante - doenças
Viroses
Língua azul
Data de publicação: Jul-2012
Editora: Universidade Estadual de Londrina
Referência: DORNELES, Elaine Maria Seles. Prevalence of bluetongue virus antibodies in sheep from Distrito Federal, Brazil. Semina: Ciências Agrárias, Londrina, v. 33, n. 4, jul. 2012. Disponível em: <www.uel.br/portal/frm/frmOpcao.php?opcao=http://www.uel.br/revistas/uel/index.php/semagrarias>. Acesso em: 1 mar. 2013. 10.5433/1679-0359.2012v33n4p1521
Resumo: The aims of the present study were to determine the prevalence of bluetongue virus antibodies in sheep from Distrito Federal. Sera from 606 sheep of 18 herds were submitted to the agar-gel immunodiffusion for bluetongue virus antibodies. The prevalences of bluetongue infection found in Distrito Federal were 100% (CI 95%: 84.67 to 100.00) for flocks and 52.37% (389/606) (CI 95%: 35.76 to 68.98) for animals. Thus, data from the present study showed that infection by bluetongue virus is highly widespread in sheep flocks in the Distrito Federal, which intensifies the need for assessments on the impact of this disease in Brazil. ________________________________________________________________________________________________________ RESUMO
O objetivo deste trabalho foi estimar a prevalência de anticorpos contra o vírus da língua azul (BTV) em rebanhos ovinos do Distrito Federal. Soros de 606 ovinos, pertencentes a 18 propriedades, foram analisados pela técnica de imunodifusão em ágar gel (AGID), para pesquisa de anticorpos contra o BTV. As prevalências de rebanhos e de animais infectados pelo vírus da língua azul no Distrito Federal foram respectivamente de 100% (IC 95%: 84,67% a 100%) e de 52,37% (389/606) (IC 95%: 35,76% a 68,98%). Assim, o presente estudo permite concluir que o vírus da língua azul está amplamente disseminada no rebanho ovino do Distrito Federal.
Licença: Semina: Ciências Agrárias - Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons (Attribution 3.0 Unported (CC BY 3.0)). Fonte: www.uel.br/portal/frm/frmOpcao.php?opcao=http://www.uel.br/revistas/uel/index.php/semagrarias. Acesso em: 1 mar. 2013.
DOI: 10.5433/1679-0359.2012v33n4p1521
Aparece nas coleções:FAV - Artigos publicados em periódicos

Mostrar registro completo do item Recomendar este item Visualizar estatísticas



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.