Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/12349
Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
ARTIGO_PrevalenciaFatoresRisco.pdf700,13 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir
Título: Prevalência e fatores de risco para a leptospirose em bovinos de Mato Grosso do Sul
Outros títulos: Prevalence and risk factors for bovine leptospirosis in Mato Grosso do Sul, Brazil
Autor(es): Gonçalves, Vitor Salvador Picão
Figueiredo, Aline de Oliveira
Pellegrin, Aiesca Oliveira
Freitas, Emanuel B.
Monteiro, Letícia Almeida Retumba Carneiro
Oliveira, Jacqueline M. de
Osório, Ana Luiza Alves Rosa
Assunto: Bovino - doenças
Leptospirose
Leptospira
Bovino de leite - doenças
Data de publicação: Mai-2009
Editora: Colégio Brasileiro de Patologia Animal - CBPA
Referência: GONÇALVES, V.S.P. Prevalência e fatores de risco para a leptospirose em bovinos de Mato Grosso do Sul. Pesquisa Veterinária Brasileira, Rio de Janeiro, v. 29, n. 5, maio 2009. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-736X2009000500003&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt>. Acesso em: 1 mar. 2013. http://dx.doi.org/10.1590/S0100-736X2009000500003
Resumo: Foi investigada a prevalência de anticorpos antileptospira em fêmeas bovinas com idade igual ou superior a 24 meses, provenientes de 178 rebanhos de 22 municípios do estado de Mato Grosso do Sul, bem como identificados fatores de risco associados à infecção. Foram analisadas 2.573 amostras de soro sangüíneo por meio do teste de soroaglutinação microscópica perante 10 sorovares de leptospira. Títulos iguais ou superiores a 100 para um ou mais sorovares foram detectados em 1.801 fêmeas (98,8%) de 161 (96,5%) rebanhos. O sorovar Hardjo (65,6%) foi apontado como o mais provável, seguido do sorovar Wolffi (12,3%). Os resultados demonstram que a leptospirose bovina se encontra presente em todos os municípios estudados, com alta prevalência, tanto em animais como em rebanhos. Os fatores de risco identificados neste estudo e associados à infecção por bactérias do gênero lepstopira foram o tipo de exploração pecuária de corte e a raça Zebu. _____________________________________________________________________________________________________________ ABSTRACT
The prevalence of anti-Leptospira spp. antibodies was estimated for female cattle aged 24 months or older. The sample comprised 178 herds from 22 counties in the state of Mato Grosso do Sul, Brazil. The risk factors associated with the presence of infeccion were investigated. A total of 2,573 blood serum samples were tested against 10 leptospira serovars using the microagglutination test (MAT). Titers of 100 or higher for one or more serovars were detected in 1,801 females (98.8%) from 161 herds (96.5%). Serovar Hardjo (65.6%) was the most frequent, followed by serovar Wolffi (12.3%). These results suggest that bovine leptospirosis is widespread in all the counties under study, with a high prevalence both at the animal and the herd level. Beef farms and the Zebu breed were associated to the higher risk of herd infection by leptospiras.
Licença: Pesquisa Veterinária Brasileira - Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons (Attribution-NonCommercial 3.0 Unported (CC BY-NC 3.0)). Fonte: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-736X2009000500003&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt.. Acesso em: 1 mar. 2013.
DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0100-736X2009000500003
Aparece nas coleções:FAV - Artigos publicados em periódicos

Mostrar registro completo do item Recomendar este item Visualizar estatísticas



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.