Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/11984
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2012_GeorgeHenriqueMouraCunha.pdf881,76 kBAdobe PDFView/Open
Title: Brasil, Argentina e México : os três reis da América Latina, 1870-1913
Authors: Cunha, George Henrique de Moura
Orientador(es):: Ellery Junior, Roberto de Goes
Assunto:: História econômica - América Latina
Exportação
Crescimento econômico
Industrialização
Migração
Issue Date: 30-Jan-2013
Citation: CUNHA, George Henrique de Moura. Brasil, Argentina e México: os três reis da América Latina, 1870-1913. 2012. 121 f., il. Tese (Doutorado em Economia)—Universidade de Brasília, Brasília, 2012.
Abstract: Este trabalho pretende analisar um período atualmente pouco explorado na literatura econômica brasileira, sobre a evolução econômica de Brasil, Argentina e México, entre as três últimas décadas do século XIX até as vésperas da Primeira Grande Guerra. No final do século XIX, os três países passaram por transformações na sua base econômica e social, consolidando um modelo de crescimento baseado nas exportações de produtos primários, de acordo com os princípios das vantagens comparativas e incentivando o desenvolvimento de uma indústria de bens de consumo leve e não durável. Nesse sentido, a estabilidade política possibilitou que os três países captassem recursos externos para modernizar suas infraestruturas e as integrassem nos sistema econômico internacional. Outros fatores também foram relacionados, tais como: a disponibilidade de mão de obra na Europa que possibilitou a formação de uma corrente migratória para Brasil e Argentina, resolvendo a questão da escassez na oferta de trabalho e melhorando o estoque de capital humano; a introdução das ferrovias possibilitou a expansão das fronteiras agrícolas; e a industrialização decorrente da expansão dos mercados internos. ______________________________________________________________________________ ABSTRACT
This work analyzes a period currently little explored in Brazilian economic literature on the economic development of Brazil, Argentina and Mexico, among the last three decades of the nineteenth century until the eve of the Great War. In the late nineteenth century, the three countries have experienced changes in their economic and social base, consolidating a model of growth based on exports of primary products, in accordance with the principles of comparative advantage and encouraging the development of an industry of consumer goods lightweight and durable. In this sense, political stability enabled the capturing of three countries external resources to modernize its infrastructure and integrate in the international economic system. Other factors were also related, such as the availability of labor in Europe enabled the formation of a migratory movement to Brazil and Argentina, addressing the issue of shortages in labor supply and improving the stock of human capital, the introduction of railways possible expansion of agricultural frontiers, and industrialization due to the expansion of domestic markets.
Description: Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Departamento de Economia, Programa de Pós-Graduação em Economia, 2012.
Appears in Collections:ECO - Doutorado em Economia (Teses)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/11984/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.