Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/11884
Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
ARTIGO_PerfilEpidemiologicoDengue.pdf397,53 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir
Título: Perfil epidemiológico do dengue em Anápolis-GO, 2001 – 2007
Outros títulos: Epidemiological profle of Dengue in Anapolis municipality, Brazil, 2001 - 2007
Autor(es): Santos, Camila Hofmann
Sousa, Flávio Yoshikawa de
Lima, Luciano Ramos de
Stival, Marina Morato
Assunto: Dengue
Aedes aegypti
Epidemiologia
Saúde pública - Anápolis (GO)
Data de publicação: Out-2009
Editora: Instituto de Patologia Tropical e Saúde Pública (IPTSP) da Universidade Federal de Goiás
Referência: SANTOS, Camila Hofmann et al. Perfil epidemiológico do dengue em Anápolis-GO, 2001 – 2007. Revista de Patologia Tropical, v. 38, n. 4, p, 249-259. out.-dez. 2009. Disponível em: <http://www.revistas.ufg.br/index.php/iptsp/article/view/8588/6071>. Acesso em: 15 jan. 2013
Resumo: O dengue tem se tornado um problema de saúde pública no Brasil em consequência do crescente número de casos da doença. O Sistema de Informação de Agravos de Notificação permite o conhecimento do número de casos de doenças, o que possibilita avaliá-las epidemiologicamente, direcionar ações e observar o impacto dos programas de controle. Objetivou-se, neste trabalho, descrever o perfil epidemiológico do dengue no município de Anápolis-Goiás, no período de 2001 a 2007. Este é um estudo epidemiológico descritivo, cujos dados foram obtidos das fichas de notificação do Núcleo de Vigilância Epidemiológica da cidade. A coleta dos dados ocorreu em março de 2008. No período analisado, foram notificados 637 casos, sendo a maior incidência (61/100.000) em 2002 e a menor (1/100.000), em 2004. A maioria dos casos foi constatada em habitantes da zona urbana na faixa etária de 20 a 39 anos, da raça branca e com ensino fundamental incompleto. O acometimento foi similar entre os sexos. O dengue clássico foi mais evidente e predominou a evolução para a cura. Mostrou-se preocupante a quantidade de variáveis ignoradas nas fichas, o que pode significar subnotificação. Sugere-se a capacitação dos profissionais que preenchem as fichas e a reformulação deste instrumento, de modo que seja facilitado o seu preenchimento. _______________________________________________________________________________ ABSTRACT
Dengue is an important health problem due to the number of cases in Brazil. The Brazilian national Information System on Communicable Diseases (SINAN) was created to identify the number of cases of dengue and use this data for epidemiological evaluations, focused initiatives and to observe the impact of dengue control programs. The aim of the present study was to describe the epidemiologic profle of dengue in Anapolis, a municipality of the State of Goias, from 2001 to 2007. This study is descriptive and data was collected from the notifcation fles of the municipal Epidemiological Surveillance center. Data was collected in March 2008. 637 cases of dengue were notifed during this period, with a higher incidence in 2002 (61/100,000) and the lower in 2004 (1/100,000). The profle of the identifed cases was of urban inhabitants, age group from 20 to 39 years old, white race, and incomplete basic education. No gender differences were observed. Classic dengue was observed in the evolution of the cases, and cure was the rule. The number of missing information was high, implicating in underreporting and low quality of the information. We suggest training of the professionals on the correct fulfllment of the records. The forms should be modifed for an easier completion.
Licença: Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons (Atribuição-NãoComercial 3.0 Brasil (CC BY-NC 3.0 BR)). Fonte: http://www.revistas.ufg.br/index.php/iptsp/article/view/8588/6071. Acesso em: 15 jan. 2013
Aparece nas coleções:FCE-ENF - Artigos publicados em periódicos

Mostrar registro completo do item Recomendar este item Visualizar estatísticas



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.