Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/11608
Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2012_CleberBatalhaFranklin.pdf3,28 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir
Título: Segurança e defesa na Amazônia e as relações entre o Brasil e a Venezuela (1985-2006)
Autor(es): Franklin, Cleber Batalha
Orientador(es): Vaz, Alcides Costa
Assunto: Segurança internacional
Amazônia
Brasil - relações exteriores - Venezuela
Data de publicação: 12-Nov-2012
Referência: FRANKLIN, Cleber Batalha. Segurança e defesa na Amazônia e as relações entre o Brasil e a Venezuela (1985-2006). 2012. 229 f., il. Tese (Doutorado Interinstitucional em Relações Internacionais e Desenvolvimento Regional)— Universidade de Brasília/UFRR/FLACSO, Brasília, 2012.
Resumo: Este estudo compreende uma análise de uma corrente teórica das Relações Internacionais - o Regionalismo. Para tanto, utilizará da Teoria dos Complexos Regionais de Segurança, desenvolvida por Buzan e Wæver (2003), destacando-se do Complexo de Segurança da América do Sul a Amazônia. Pela história e pelas suas dimensões, a Amazônia representa uma das regiões mais emblemáticas da atualidade. Pela sua complexidade, optou-se em restringir o objeto de estudo às relações entre dois países amazônicos: o Brasil e a Venezuela. O Brasil, por ser o de maior expressão entre os condôminos, seja por possuir sob a sua soberania a maior parcela territorial, seja por ser o que dispõe de maiores meios de poder. Quanto à Venezuela, por ser o país que, nos últimos 50 anos, tem se destacado regionalmente pela democracia e pelas exportações de petróleo, permitindo-lhe manter-se afastada de problemas tradicionais e de novas ameaças, mesmo com os recentes embates políticos. Daí a importância de uma análise das relações bilaterais, visto que, uma possível aliança estratégica poderá garantir a segurança e defesa não só da Amazônia, mas de toda a América do Sul. _______________________________________________________________________________________ ABSTRACT
This study aims at analyzing a theorical perspective of International Relations: the regionalism. To do so, it will use the Regional Security Complex, developed by Buzan and Waever (2003), highlighting the Amazon as the South American Security Complex. This, due to its history and size, represents nowadays one of the most emblematic complexes. Due to its complexity, it was decided to restrict as object of study the relationship between two Amazonian countries: Brazil and Venezuela. Brazil, for having the highest expression among neighbors, result of either owning under its sovereignty the largest share, or for possessing the greatest means of power. On the other hand, Venezuela, for being the country that over the past fifty years has stood on the spotlight regionally because of democracy and oil exports allowing it to keep away from traditional problems and new threats, even with the recent political clashes. Thus, it seems important an analysis of the bilateral relations, in a scenario that can represent a possible alliance in order to guaranty security and defense not only to the Amazon, but also to the whole South America. _______________________________________________________________________________________ RESUMEN
Este estudio engloba el análisis de una corriente teórica de las Relaciones Internacionales - el Regionalismo. Será utilizada la Teoria de los Complejos Regionales de Seguridad, desarrollada por Buzan y Wæver (2003), destacando el Complejo de Seguridad de América del Sur y el Amazonas. Ésta última por su historia y gran dimensión, representando una de las regiones más emblemáticas de la actualidad. Por su complejidad, se optó por restringir el objeto de estudio a las relaciones entre dos países amazónicos: Brasil y la República Bolivariana de Venezuela. Brasil, constituye la más grande expresión entre los condóminos, ya sea, por poseer en su soberanía la mayor parcela, o porque dispone de más medios de poder. En relación a la República Bolivariana de Venezuela, por ser el país que, en los últimos 50 años, se ha destacado regionalmente por la democracia y por las exportaciones de petróleo, permitiendo mantenerse distanciado de problemas tradicionales y de nuevas amenazas, aunque con recientes embates políticos. De ahí la importancia de un análisis de las relaciones bilaterales, visto que, una posible alianza estratégica podrá garantizar la seguridad y la defensa no solamente en el Amazonas, sino en toda América del Sur.
Informações adicionais: Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Universidade Federal de Roraima e Faculdade Latino-Americana de Ciências Sociais-Sede Brasil, Programa de Pós-Graduação em Relações Internacionais da Universidade de Brasília, 2012.
Aparece nas coleções:IREL - Doutorado Interinstitucional em Relações Internacionais e Desenvolvimento Regional

Mostrar registro completo do item Recomendar este item Visualizar estatísticas



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.