Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/11566
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2011_MarinaSilvaBicalhoRodrigues.pdf1,53 MBAdobe PDFView/Open
Title: Crenças ambientais e comportamentos ecológicos de usuários do restaurante universitário da Universidade de Brasília
Authors: Rodrigues, Marina Silva Bicalho
Orientador(es):: Pato, Claudia Márcia Lyra
Assunto:: Educação ambiental
Gestão ambiental
Issue Date: 6-Nov-2012
Citation: RODRIGUES, Marina Silva Bicalho. Crenças e comportamentos de usuários do restaurante universitário da Universidade de Brasília. 2012. 115 f., il. Dissertação (Mestrado em Educação)—Universidade de Brasília, Brasília, 2012.
Abstract: A Universidade de Brasília constituiu-se ao longo dos anos como um espaço democrático e aberto para discussões. A proposta é que a comunidade acadêmica opine sobre as ações realizadas na universidade, principalmente naquelas que se referem à qualidade de vida nos campi. A implantação de uma política pública de caráter socioambiental foi considerada uma das discussões que mais se destacou nas últimas décadas. A emergência desta discussão iniciou-se ainda na década de 90 diante de diversos problemas ambientais vivenciados. Tais problemas corrroboraram para a construção da Agenda Ambiental da UnB – AAUnB. Dentre as ações realizadas pela AAUnB, destaca-se a Campanha “Sou UnB, Jogo Limpo: Digo Não aos Copos Descartáveis” a qual, desde 2007, promove ações com o intuito de fazer com que a comunidade universitária reavalie seus hábitos de consumo. Em setembro de 2009 a AAUnB, em parceria com o RU, iniciou um processo gradativo de redução dos copos descartáveis no restaurante, culminando com a eliminação total destes após um ano de ações. Diante desse contexto, o presente trabalho investigou crenças ambientais e comportamentos ecológicos de usuários do Restaurante Universitário da UnB frente à substituição dos copos descartáveis por canecas pessoais de material durável. Participaram do estudo 211 usuários do restaurante, dos quais 203 (44,3% mulheres) com média de idade de 22,72 (DP = 6,04) responderam um questionário contendo duas escalas: uma de crenças ambientais e outra de comportamento ecológico e 8 participaram de uma entrevista para identificar a percepção dos usuários a respeito da substituição dos copos descartáveis no RU. As participações foram voluntárias, anônimas e sigilosas. Os resultados revelaram uma aproximação entre as crenças ambientais e os comportamentos ecológicos. Verificou-se que 64% dos usuários acreditam que o uso da caneca diminui o impacto ambiental e a maioria (58,1%) acredita que manter a caneca higienizada quando está na UnB é fácil. Com relação aos comportamentos, 24,1% dos usuários afirmaram que sempre utilizam a caneca em outros ambientes também e, 32,5% afirmam economizar água quando higienizam suas canecas. Os resultados revelaram ainda que, apesar do apoio à campanha, ainda há pontos que devem ser melhorados como a maior participação da comunidade acadêmica nas propostas de ação, estratégias diferenciadas, melhoria nas informações e aumento da divulgação das mesmas. ______________________________________________________________________________ ABSTRACT
The University of Brasilia was formed over the years as a democratic space for open discussion. The proposal is that the academic community judge about the actions that are taken at the university, especially those that are about the quality of life at the campi. The implementation of a socio-environmental public policy was considered one of the discussions that stood out in the recent decades. The emergence of this discussion began in the decade of 90 faced with environmental problems experienced at the university. Those problems corroborated to the construction of the Environmental Agenda of UnB - EAUnB. Among the actions taken by EAUnB, highlighted the campaign "I´m UnB, fair play. I say no to disposable cups” which, since 2007, promotes actions in order to make the university community to reassess their spending habits. In September of 2009 the AEAUnB in partnership with the University Restaurante – UR, began a gradual process of reduction of disposable cups in the restaurant, culminating in the total elimination of these shares after one year. In front of this context, this study investigated environmental beliefs and environmental behaviors of users of the University Restaurant of UnB forward the replacement of disposable cups mugs for durable personal material. The study included 211 users of the restaurant, wich 203 (44.3% women) with mean age was 22,72 years (SD= 6,04) answered the questionnaire containing two scales: one of environmental beliefs and another of environmental behavior, and 8 participated of a interview to identify the user’s perceptions about the replacement of the disposable cups at UR. The participations were voluntary, anonymous and confidential. The results revealed a rapprochement between the environmental beliefs and the environmental behaviors. I was found that 64% of de users believe that de use of the mugs decrease the environmental impact and most (58,1%) still believe that to hygienic the mugs at the University is easy. With respect the behaviors, 24,1% of the users said that ever have been using the mugs in another places out the UR and, 32,5% claim ever to economize water when wash their mugs. Furthermore, the results revealed that, despite the support for the campaign, still have points that can be better such the most participation of the academic community in the actions proposes, different strategies that can attend a major public, better information about the campaign and more divulgation of the same.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação, 2012.
Appears in Collections:FE - Mestrado em Educação (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/11566/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.