Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/11467
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2012_JussaraSantosdeSousa.pdf864,8 kBAdobe PDFView/Open
Title: Estratégias de persuasão para o público infantil utilizadas em embalagens de alimentos
Authors: Sousa, Jussara Santos de
Orientador(es):: Monteiro, Renata Alves
Assunto:: Crianças - nutrição
Alimentos - embalagens
Alimentos - propaganda
Alimentos - consumo - crianças
Issue Date: 24-Oct-2012
Citation: SOUSA, Jussara Santos de. Estratégias de persuasão para o público infantil utilizadas em embalagens de alimentos. 2012. 150 f., il. Dissertação (Mestrado em Nutrição Humana)—Universidade de Brasília, Brasília, 2012.
Abstract: Evidências do efeito da publicidade de alimentos, principalmente televisiva, sobre as escolhas alimentares das crianças já estão apontadas em várias pesquisas. No entanto, poucos estudos têm sido conduzidos de maneira a descrever as estratégias persuasivas, destinadas ao público infantil, disponibilizadas nas embalagens de alimentos. Assim sendo, o objeto do presente trabalho são as estratégias persuasivas para o público infantil que a indústria alimentícia utiliza em embalagens de alimentos industrializados. Seu objetivo geral é caracterizar quais estratégias persuasivas para o público infantil são mais comumente utilizadas pela indústria de alimentos na embalagem de produtos industrializados. De modo a atingir o objetivo proposto, três estudos distintos e complementares foram conduzidos, segundo delineamento analítico, do tipo transversal a partir da visita a hipermercados e supermercados do Distrito Federal (DF). A coleta de dados foi realizada por meio de aplicação de um questionário semiestruturado e uso de fotografias de embalagens. A análise dos dados foi feita com a utilização do programa SPSS, versão 17.0, nas análises descritivas e inferenciais de relação das variáveis do estudo; a avaliação qualitativa do conteúdo veiculado, por sua vez, deu-se a partir da análise de conteúdo e semiótica. No Estudo 1 foram analisadas a informação disponibilizada na embalagem de alimentos e bebidas e a utilização de estratégias persuasivas para crianças. Evidenciou-se que a maioria (65,9% (n=669) dos produtos analisados informa, nos rótulos, que possui altos teores de açúcares simples, gorduras saturadas, trans e/ou sódio; e o contraste das cores entre fundo e texto na rotulagem nutricional foi a única disposição da legislação brasileira que não foi totalmente cumprida. O Estudo 2 revelou que os produtos com maiores quantidades de gorduras e sódio declarados são os que utilizam menor número de estratégias persuasivas. As bebidas e os alimentos direcionados ao público infantil têm uma carga maior de estratégias de persuasão utilizadas. O Estudo 3 evidenciou que as embalagens de cereais matinais dirigidas ao público infantil veiculam produtos não saudáveis, com cores e imagens atrativas. No entanto, essas embalagens apresentam para crianças e adultos duas mensagens principais: diversão e saúde. A partir dos três estudos, verificou-se que há uma relação entre perfil nutricional e utilização de estratégias persuasivas em embalagens por parte da indústria, as quais seriam proibidas caso fossem regulamentadas pela RDC 24/2010, da Agência Nacional de Vigilância Sanitária. _______________________________________________________________________________________ ABSTRACT
Cientific evidences of the effect of food advertising, especially television effect, on children's food choices are already highlighted in several studies. However, few studies have been conducted to describe the persuasive strategies to children in food packaging. This study aimed to analyze the information provided in the labeling of products sold in supermarkets of Distrito Federal (DF), Brazil, which are commonly consumed by children, based on current brazilian legislation. Three separated and complementary studies were conducted to achieve this purpose. The first study aimed to analyze the general information provided in the packaging of foods and beverages, and the use of persuasive strategies for children. It was conducted a cross-sectional analytical study, by the visit to supermarkets in the DF. The data were collected by applying a semistructured questionnaire and the use of photographs of packaging. The data were analyzed by SPSS version 17.0 for descriptive and inferential analysis relationship of the variables and content analysis through semiotics. The studies showed that most (65,9% (n=669) of the analyzed products have high levels of sugars, saturated and trans fats, and/or sodium. The color contrast between background and text on the nutrition label was the only provision in the law that was not completely fulfilled. The second study showed that products with higher amounts of fat and sodium are those that use less persuasive strategies. Drinks and foods targeted at children have a higher burden of persuasion strategies. The third research showed that the cereals with packages addressed to the children are unhealthy products with attractive colors and images. This package show for adults and children two main messages: fun and health. From the three studies, it was found that there is a relationship between nutritional status and use of persuasive strategies in packaging by industry, the which would be prohibited if they were regulated by the RDC 24/2010 of the National Agency for Sanitary Vigilance Surveillance in Brazil.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Departamento de Nutrição, Programa de Pós Graduação em Nutrição Humana, 2012.
Appears in Collections:NUT - Mestrado em Nutrição Humana (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/11467/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.