Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/11361
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2011_GustavoVarelaAlvarenga.pdf2,2 MBAdobe PDFView/Open
Title: Impactos dos fundos setoriais nas empresas : novas perspectivas a partir da função dose-resposta
Authors: Alvarenga, Gustavo Varela
Orientador(es):: Pianto, Donald Matthew
Assunto:: Investimentos - análise
Inovações tecnológicas
Issue Date: 4-Oct-2012
Citation: ALVARENGA, Gustavo Varela. Impactos dos fundos setoriais nas empresas: novas perspectivas a partir da função dose-resposta. 2012. 157 f., il. Dissertação (Mestrado em Economia)—Universidade de Brasília, Brasília, 2012.
Abstract: O objetivo deste trabalho é analisar o impacto dos Fundos Setoriais do ponto de vista do montante de recursos fornecidos para as empresas industriais brasileiras no período entre 2001 e 2006. Deseja-se avaliar o impacto do investimento governamental sobre os indicadores de esforço tecnológico (investimento em P&D) e resultado (tamanho e exportações de alta intensidade tecnológica) dessas empresas. Para tal, optou-se por utilizar uma técnica que avalia a resposta do investimento privado aos diferentes montantes de incentivo público, via escore de propensão generalizado com correção do viés de seleção. Este é o primeiro trabalho no Brasil que utiliza esta técnica para avaliar os impactos de incentivos públicos à inovação. Estimativas para os efeitos médios indicam que se o governo aumentasse os recursos fornecidos pelos Fundos Setoriais em 1%, as empresas aumentariam seu investimento em P&D em 1,5% no ano de acesso aos recursos e em 1,8% quatro anos após este acesso, em relação às que não acessaram. Ademais, os impactos marginais dos Fundos Setoriais indicam uma relação quadrática em forma de “U”, o que sugere que estes recursos têm mais impacto nas extremidades da distribuição, isto é, eles têm impacto relativo mais forte para as firmas muito pequenas (que participam de editais de valor muito reduzido, e que por serem pequenas o impacto relativo é majorado) e para as firmas médias ou grandes (que participam de editais de valores mais altos). Todos estes resultados permitem rejeitar a hipótese de crowding-out. _______________________________________________________________________________________ ABSTRACT
This study aims to assess the impact of Brazilian Sectoral Funds from the standpoint of the amount of resources provided to Brazilian industrial companies between 2001 and 2006. We want to evaluate the impact of governmental investment on indicators of technological efforts (R&D investment) and outcomes (size and high-technology exports) of these companies. To this end, we chose to use a technique that evaluates private investments’ response to different amounts of public incentive, using the generalized propensity score with a correction for selection bias. This is the first study in Brazil that uses this technique to assess the impact of public incentives for innovation. Estimates for the average effects indicate that, compared to those which have not received incentives, if the government had increased the resources provided by Sectoral Funds at 1%, firms would have increased their R&D’s investments by 1.5% in the year that they received those resources and 1.8% four years after access. Furthermore, the marginal impacts of Sectoral Funds indicate a quadratic “U”-shaped relationship, suggesting that these resources have more impact on the ends of the distribution, that is, they have stronger relative impact for very small firms (which participate in public tenders of very low value, and for being small, the relative impact is more evident) and for medium-sized or large firms (which participate in public tenders at higher values). All of these results allow us to reject the crowding-out hypothesis.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Programa de Pós-Graduação em Economia, 2012.
Appears in Collections:ECO - Mestrado em Economia (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/11361/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.