Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/11170
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2012_NeiliaBarrosFerreiradeAlmeida.pdf2,01 MBAdobe PDFView/Open
Title: Biblioteconomia no Brasil : análise dos fatos históricos da criação e do desenvolvimento do ensino
Authors: Almeida, Neilia Barros Ferreira de
Orientador(es):: Baptista, Sofia Galvão
Assunto:: Biblioteconomia - história
Biblioteconomia - estudo e ensino
Escolas de biblioteconomia - currículo
Issue Date: 14-Sep-2012
Citation: ALMEIDA, Neilia Barros Ferreira de. Biblioteconomia no Brasil: análise dos fatos históricos da criação e do desenvolvimento do ensino. 2012. 159 f., il. Dissertação (Mestrado em Ciência da Informação)—Universidade de Brasília, Brasília, 2012.
Abstract: A pesquisa apresenta uma abordagem histórica sobre o ensino de Biblioteconomia no Brasil. Foram utilizados os métodos de analise documental e entrevista com professores da área que atuam em São Paulo, Rio de Janeiro, Santa Catarina, Bahia e Distrito Federal, com o objetivo de levantar os fatos históricos da criação e do desenvolvimento do ensino de Biblioteconomia. As entrevistas foram analisadas por meio de análise de conteúdo, com sete variáveis: evolução curricular, disciplinas, tecnologia, automação de bibliotecas, estudos de usuários, formação do bibliotecário e tendências para a área. A pesquisa destaca ainda a influência do IBICT, FEBAB, ABEBD e ABECIN nas conquistas da Biblioteconomia Brasileira. De acordo com os entrevistados e com a análise documental, verificou-se que o ensino inicialmente era voltado para as questões humanísticas (Escola do Rio de Janeiro) e depois para as questões técnicas (Escola de São Paulo). A padronização dos currículos mínimos foi realizada nas décadas de 1960 e 1980. Em 2001 foram estabelecidas, por meio de parecer do Conselho Nacional de Educação, as diretrizes curriculares e, a partir dessas diretrizes as escolas de Biblioteconomia, por todo país, adquiriram mais flexibilidade e autonomia para estabelecer seus projetos pedagógicos. _________________________________________________________________________________ ABSTRACT
The research presents a historical approach on the teaching of librarianship in Brazil. The method of documentary analysis was used interviews with professors the librarianship in Sao Paulo, Rio de Janeiro, Santa Catarina, Bahia and Brasilia with in order to show the historical facts of creation and development of the course. The interviews were analyzed using content analysis with seven variables: curriculum development, technology, library automation, user studies, formation of librarians and trends for the area. The research also highlights the influence of IBICT, FEBAB, ABEBD and ABECIN in development of the Brazilian Librarianship. According to the respondents and document analysis, it was found that teaching initially was focused on the humanistic issues (School of Rio de Janeiro) and then to technical issues (School of São Paulo). The standardization of the minimum curriculum was conducted in the 1960s and 1980s. In 2001 it was established, through the advice of the National Education Guidelines, a curriculum guidelines for schools of librarianship throughout the country. The schools had more flexibility and autonomy to establish their pedagogical projects.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciência da Informação, Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação, 2012.
Appears in Collections:FCI - Mestrado em Ciência da Informação (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/11170/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.