Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/1116
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_2007_ DeborahScheideggerSoboll.pdf2,52 MBAdobe PDFView/Open
Title: Avaliação de incubação e das causas de mortalidade até 90 dias em um criatório de emas (Rhea americana) no Distrito Federal
Authors: Soboll, Deborah Scheidegger
Orientador(es):: Bernal, Francisco Ernesto Moreno
Assunto:: Ema (Ave)
Animais - taxa de mortalidade
Incubação
Issue Date: 21-Jan-2009
Citation: SOBOLL, Deborah Scheidegger. Avaliação de incubação e das causas de mortalidade até 90 dias em um criatório de emas (Rhea americana) no Distrito Federal. 2007. 95 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Agrárias)-Universidade de Brasília, Brasília, 2007.
Abstract: Foram avaliados os índices reprodutivos de um criatório conservacionista de emas (Rhea americana) no Distrito Federal no período de maio de 2006 a janeiro de 2007. O plantel consiste em 14 machos e 21 fêmeas em fase reprodutiva acima de dois anos de idade. O objetivo deste estudo foi comparar a incubação artificial com a incubação natural e verificar as principais causas de mortalidade em filhotes até os 90 dias de vida. Foram avaliados 166 ovos dos quais 79 foram incubados artificialmente e 87 incubados naturalmente durante os meses de maio a outubro. A incubação artificial foi realizada em incubadoras automáticas específicas para emas, com capacidade para 20 ovos, utilizando a temperatura de 36,5ºC e umidade de 45%. A incubação natural foi realizada por sete machos dominantes, com temperatura ambiental média do período de 20,5º C e umidade relativa do ar média de 55%. Não houve interferência humana durante o período da incubação natural. Os dados obtidos foram analisados utilizando-se o procedimento GLM do software SAS®. Houve diferença significativa entre os sistemas de incubação, frente ao sistema de manejo utilizado no criadouro, nas taxas de contaminação, eclodibilidade e mortalidade embrionária. Os filhotes nascidos nos dois sistemas receberam o mesmo tratamento até os 90 dias de vida. A taxa de sobrevivência do criatório foi de 1,29%. Houve uma correlação positiva altamente significativa entre peso ovo x peso nascimento (incubação artificial). Foram avaliadas as taxas de fertilidade, contaminação, mortalidade embrionária, eclodibilidade e sexo (geral, incubação artificial, incubação natural). Os problemas encontrados nos filhotes eclodidos na incubação artificial e na incubação natural analisados através dos exames de necropsia e histologia foram: alimentar (45,10%), manejo (26,47%), alterações no saco vitelino (12,74%), deformidades (5,88%), predação (4,90%) e outros (4,90%). O manejo adotado no criadouro influenciou significativamente na sobrevivência dos filhotes. ________________________________________________________________________________________ ABSTRACT
I evaluated the reproductive rate of a conservation center for reproduction of great rheas (Rhea americana) from May 2006, to January 2007. There animals were 14 males and 21 females of reproductive age, over 2 years old. The objective of the study was to compare artificial incubation to natural incubation, and to verify the most important causes of mortality until 90 days of age. A total of 166 eggs were evaluated, 79 of which were artificial incubated and 87 naturally incubated from May to October 2006. The artificial incubation was conducted using an automatic incubator specific for great rheas, which accommodated up to 20 eggs, at 36.5°C and 45% humidity. Seven dominant males, at an average of 20.5°C ambient temperature and 63% humidity, performed the natural incubation. The data were analyzed using the GLM procedure with software SAS procedure. There was a significant difference between the incubation systems, according to the management procedures in the center concerning contamination rate, embryo development and mortality. The Nestlings from both systems received the same treatment until 90 days of life. Survival rate was 1.29%. There was a significant correlation between eggs weight x born weight (artificial incubation). Other evaluations included fertility rate, the contamination rate, the embryo mortality rate, the development rate and sex ratio (general, artificial incubation, natural incubation). The nestling problems evaluated in both types of incubation (artificial and natural) through necropsy and histology exams were: food (45.10%), management (26.47%), vitelin sac alteration (12.74%), deformities (5.88%), predation (4.90%) and others (4.90%). The adopted management at the center had a significant influence on nestling survival.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária, 2007.
Appears in Collections:FAV - Mestrado em Ciências Agrárias (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/1116/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.