Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/1112
Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Tese_2007_CharlesGladstoneSoares.pdf1,69 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir
Título: Biologia e conservação de Neothraupis fasciata (aves: Thraupidae) no cerrado do Brasil Central
Autor(es): Soares, Charles Gladstone Duca
Orientador(es): Marini, Miguel Ângelo
Assunto: Aves - conservação
Biologia
Cerrados
Extinção de espécies
Data de publicação: 15-Jan-2009
Referência: SOARES, Charles Gladstone Duca. Biologia e conservação de Neothraupis fasciata (aves: Thraupidae) no cerrado do Brasil Central. 2007. 153 f., il. Tese (Doutorado em Ecologia)-Universidade de Basília, Brasília, 2007.
Resumo: Neothraupis fasciata é uma espécie de Passeriforme endêmico ou quase endêmico do Cerrado considerada quase ameaçada, deficiente de informações e dependente de planos para sua conservação. Informações a respeito de sua biologia são escassas, assim como sobre suas respostas a alterações ambientais e sobre a viabilidade das populações desta espécie. A proposta desse trabalho foi estudar atributos demográficos e da história de vida de N. fasciata na Estação Ecológica de Águas Emendadas, Brasil Central, levantando informações necessárias para a sua conservação e avaliação da viabilidade da população desta espécie na área de estudo. Através do monitoramento de ninhos em quatro estações reprodutivas consecutivas, definimos estimativas de diversos parâmetros da nidificação de N. fasciata, incluindo probabilidades de sobrevivência dos ninhos com base no protocolo de Mayfield (1961 e 1975). O tempo médio [± desvio padrão (DP)] de incubação (13,0 ± 0,7 dias) e o tempo médio (± DP) de cuidados com os filhotes (11,7 ± 1,4 dias), e o tamanho da ninhada (2 a 3 ovos) foi semelhante ao descrito na literatura. O tamanho da ninhada variou significativamente entre os anos de amostragem. O principal fator de perdas de ninhadas de N. fasciata na área de estudo foi a predação. Outras ameaças que afetaram o sucesso reprodutivo foram parasitismo de filhotes por larvas de díptero (Philornis sp.) e parasitismo de ninhos por Molothrus bonariensis. Esses resultados corroboram com estudos que consideram a predação como a maior causa do baixo sucesso reprodutivo observado para diversas espécies de aves da região tropical. O sucesso reprodutivo foi estimado em 22,2 %. Algumas fêmeas fizeram mais de uma postura na mesma estação reprodutiva e estimativas de produtividade indicaram que 42,6 % das fêmeas produziram no mínimo um filhote por ano na área de estudo. A distribuição espacial e os aspectos demográficos da população de N. fasciata na ESECAE foram definidos através de marcação, recaptura e observação dos indivíduos. Nós coletamos dados através de censos e através do monitoramento dos bandos durante cinco semestres. O número médio (± DP) de indivíduos no bando foi de 3,4 (± 1,2) indivíduos e o tamanho médio dos territórios foi 3,7 (± 0,6) ha. A estrutura etária da população apresenta uma distribuição estável com maior proporção de indivíduos adultos. O tamanho da população na ESECAE foi estimado em 6.763 indivíduos e o tamanho populacional efetivo em 3.438 indivíduos. A densidade populacional média (± DP) foi de 1,1 (± 0,1) indiv./ha e não apresentou variação significativa durante o tempo desse estudo. A capacidade suporte na ESECAE para N. fasciata foi estimada em 6.646 indivíduos. As sobrevivências anuais foram estimadas em 76,6 % (±3,2) e 51,8 % (±39,5) para indivíduos adultos e jovens, respectivamente. As taxas anuais mínimas de sobrevivência foram 67,1 % (±2,8) e 48,7 % (±37,2) para adultos e jovens, respectivamente. Os valores de sobrevivência de N. fasciata na ESECAE são semelhantes aos de outras espécies da região tropical. Constatamos que fêmeas acima de dois anos reproduzem, mas não registramos machos com menos de três anos reproduzindo. A fecundidade anual média (± desvio padrão) das fêmeas de N. fasciata na população da ESECAE foi estimada em 0,309 (± 0,100) (no filhotes / no de fêmeas), com fêmeas adultas apresentando valores de fecundidade significativamente maiores que fêmeas subadultas. A baixa fecundidade observada para N. fasciata também corrobora com o descrito na literatura para Passeriformes da região tropical. Nesse estudo realizamos uma análise de viabilidade populacional e determinamos a opção de manejo mais adequada considerando custo e eficiência de cada estratégia de manejo para N. fasciata em reservas no Cerrado do Brasil central. Nós utilizamos o programa VORTEX para simular a habilidade de diferentes opções de manejo e avaliamos a relação custo-eficiência de cada estratégia sob restrições de um orçamento fixo. Os resultados demonstraram que a melhor estratégia para garantir a viabilidade das populações de N. fasciata é a utilização de protetores de ninhos e o controle de queimadas para aumentar a fecundidade. A quantidade de esforço que deve ser destinada a cada estratégia depende do tamanho da reserva e do orçamento disponível. _________________________________________________________________________________ ABSTRACT
The White-banded tanager (Neothraupis fasciata) is an endemic or quasi-endemic Cerrado bird, considered near threatened, data deficient and conservation dependent. Information about its life history is scarce, and there is no information about populational responses to environmental variations and viability. The goal of the present study was to analyse demographic and life history aspects of the white-banded tanager in ‘Estação Ecológica de Águas Emendadas’, central Brazil, supplying information to assess population viability in the study area. We monitored nests during four breeding seasons and estimated several breeding parameters including breeding success according to Mayfield’s (1961, 1975) protocol. The incubation [mean ± standard deviation (SD)] (13.0 ± 0.7 days) and nestling care (± SD) (11.7 ± 1.4 days) periods and the clutch size (2 or 3 eggs) were similar to those described in the literature. Clutch size varied significantly between years. Predation was the main cause of nest loss in the study area. Other threats that affected reproduction were parasitism by botfly larvae (Philornis sp.) on nestlings and brood parasitism by shiny cowbirds (Molothrus bonariensis). This result corroborates other studies that consider predation as the most important cause of low breeding success for tropical birds. Breeding success was estimated as 22.2 %. Females usually attempted to nest more than once in the same breeding season and estimates of annual productivity indicated that 42.6 % of females produced at least one fledgling per year. These results are similar to values found for other species that breed in the study area. Spatial distribution and demographic aspects of the white-banded tanager population in ESECAE were defined through capture, recapture and resighting data. We collected data through census and flock observations during five semesters. Mean (±SD) group size was 3.4 (± 1.2) individuals and mean (±SD) territory size 3.7 (± 0.6) ha. Age structure appears to present a stable distribution with a large number of adults. Population size in ESECAE was estimated at 6,763 individuals and the effective population size at 3,438 individuals. Density (±SD) was estimated at 1.1 (± 0.1) indiv./ha, and the lack of unpopulated areas between territories suggests habitat saturation in the study area. The carrying capacity of ESECAE, 6,646 individuals, was estimated by multiplying the mean flock size by the number of average-sized territories that could fit within the suitable habitat of the reserve. The annual survivorship (±SD) of juveniles and adults in ESECAE was estimated at 51.8 % (± 39.5) and 76.6 % (± 3.2), and the minimum survivor rate was 67.1 % (± 2.8) and 48.7 % (± 37.2), respectively. The survivorship values for white-banded tanager in ESECAE were similar to values for other tropical species. We recorded females breeding successfully at two years of age and males begining to breeding successfully at about three years of age. Mean annual fecundity was estimated at 0.309 (± 0.100) (number of nestlings / number of females) and adult females had higher fecundity than subadults. This is a low fecundity value and also corroborates other studies in tropical regions. In this study we determined the most cost effective conservation management options for the white-banded tanager in Cerrado reserves in central Brazil. We used a PVA model VORTEX to simulate the ability of different management options to improve population persistence and then assess the cost-effectiveness of each option given a fixed budget. We discovered that the best strategy for improving the viability of white-banded tanager populations is to use nest protection and fire management to increase fecundity. How much effort should be expended on each of these actions depends on the size of available budget and the size of the reserve.
Informações adicionais: Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Biológicas, Departamento de Ecologia, Programa de Pós-Graduação em Ecologia, 2007.
Aparece nas coleções:ECL - Doutorado em Ecologia (Teses)
UnB - Brasília 50 anos

Mostrar registro completo do item Recomendar este item Visualizar estatísticas



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.