Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/11047
Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2012_CarolinaCamposAfonso.pdf1,66 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir
Título: Validação fatorial e preditiva no Brasil do instrumento de Avaliação do Sistema de Transferência de Aprendizagem (ASTA)
Autor(es): Afonso, Carolina Campos
Orientador(es): Borges-Andrade, Jairo Eduardo
Assunto: Aprendizagem organizacional
Formação profissional
Transferência de aprendizagem
Data de publicação: 7-Ago-2012
Referência: AFONSO, Carolina Campos. Validação fatorial e preditiva no Brasil do instrumento de Avaliação do Sistema de Transferência de Aprendizagem (ASTA). 2012. xvi, 124 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia Social, do Trabalho e das Organizações)—Universidade de Brasília, Brasília, 2012.
Resumo: No cenário atual do trabalho, as organizações passam a exigir dos empregados novas competências. Nesse contexto, as ações de treinamento tornam-se cada vez mais importantes. Mas só produzirão os efeitos necessários se as competências adquiridas nessas ações forem transferidas para o trabalho. O objetivo deste estudo foi obter evidências de validade fatorial e preditiva, no Brasil, de um instrumento que diagnostica fatores que afetam essa transferência, previamente investigado em vários países. O instrumento, chamado Learning Transfer System Inventory - LTSI - é composto por 89 itens, sendo 63, com foco no treinamento e 26, com foco na organização, organizados em 16 fatores. Foram aplicados, presencialmente, questionários em sete organizações brasileiras - públicas e privadas - totalizando uma amostra de 898 questionários válidos. A análise da máxima verossimilhança com rotação oblíqua foi a abordagem da análise fatorial exploratória utilizada. Foi considerada a análise paralela, para decidir sobre o número de fatores a extrair, e o peso fatorial de 0,3, para decidir sobre o número de itens a reter em cada fator. A validação fatorial resultou em 12 fatores, cujos alfas de Cronbach variaram entre 0,787 e 0,906 e o instrumento passou a ser denominado ASTA - Avaliação do Sistema de Transferência de Aprendizagem. Ao comparar a versão original do LTSI (EUA) com a versão brasileira, percebe-se que quase todos os 16 fatores encontrados naquele país também foram encontrados no Brasil. A análise fatorial no Brasil revelou menos fatores, três fatores acabaram agrupando outros dois fatores cada. Para a realização da análise de validade preditiva foram aplicados, vários meses depois que o ASTA foi respondido, os instrumentos de Impacto do Treinamento em Largura e o de Suporte à Transferência de Treinamento, desenvolvidos e validados no Brasil. Nove fatores obtiveram correlações moderadas e fracas com três variáveis critério. Dentre estas, a que é melhor predita pelos fatores do ASTA é Impacto, seguida de Suporte Psicossocial e, a uma grande distância, Suporte Material. Os objetivos propostos para este trabalho foram alcançados. O instrumento tem boas qualidades psicométricas e pode ser utilizado pelos gestores de recursos humanos que estejam interessados na potencialização da transferência de aprendizagem realizada em treinamento. _________________________________________________________________________________ ABSTRACT
Nowadays, organizations are demanding new competencies from their workers. In this scenario, training becomes even more crucial. However, the desired effects will only be achieved if the skills learned in the training processes are actually transferred to work situations. This study was conducted in order to provide factorial and predictive evidences of the validity of the Learning Transfer System Inventory – LTSI in Brazil. LTSI is constituted of 89 items: 63 focusing on training aspects and 26 on the organization, arranged in 16 factors. A survey was applied on seven public and private Brazilian organizations, totalizing a sample of 898 valid questionnaires. On the exploratory factorial analysis, the method of maximum verisimilitude analysis with oblique rotation was used. The parallel analysis resulted in 12 factors, with Cronbach´s alpha varying from .787 to .906. Using .3 as the minimal factor loading, the number of items for each factor was obtained. The obtained instrument was denominated “ASTA - Avaliação do Sistema de Transferência de Aprendizagem”. Most factors, from the USA LTSI, were found in the Brazilian ASTA. However, the latter has aggregated three factors which had been found in the former. For the analysis of predictive validatity, two instruments were used, several months after the participants answered ASTA: “Impacto do Treinamento em Largura” and “Suporte à Transferência de Treinamento”, both previously developed and largely validated in Brazil, in several independent studies. Nine factors have shown weak or moderate correlations with three criterion variables measured by these two Brazilian instruments. Impact at work was best predicted by other factors, closely followed by Psychosocial Support, and then, by Material Support. The tested instrument proved to have good psychometric properties and may be used by managers interested in maximizing the outcomes from training activities.
Informações adicionais: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Programa de Pós-Graduação em Psicologia Social, do Trabalho e das Organizações, 2012.
Aparece nas coleções:PSTO - Mestrado em Psicologia Social, do Trabalho e das Organizações (Dissertações)

Mostrar registro completo do item Recomendar este item Visualizar estatísticas



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.