Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/11006
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2012_DarlianedeCastroSantos.pdf1 MBAdobe PDFView/Open
Title: Avaliação de forrageiras em sistema silvipastoril com eucalipto
Other Titles: Evaluation of forages in silvopastoral system with eucalyptus
Authors: Santos, Darliane de Castro
Orientador(es):: Martha Júnior, Geraldo Bueno
Pulrolnik, Karina
Assunto:: Plantas forrageiras
Gramínea
Sistema agroflorestal
Cerrados
Issue Date: 26-Jul-2012
Citation: SANTOS, Darliane de Castro. Avaliação de forrageiras em sistema silvipastoril com eucalipto. 2012. xiii, 64 f., il. Dissertação (Mestrado em Ciências Animais)—Universidade de Brasília, Brasília, 2012.
Abstract: As pressões para a incorporação dos critérios de sustentabilidade à atividade agropecuária brasileira são realidade atual. Diante dessa necessidade, a recuperação das áreas de pastagens degradadas é um aspecto essencial. Como opção para recuperação dessas áreas tem sido proposta a utilização de sistemas agrossilvipastoris (SA). Os SA são sistemas de produção em que são implantadas, em uma mesma área, árvores, lavouras e plantas forrageiras em diferentes momentos dentro processo produtivo. Para a introdução de forrageiras no SA deve ser observado um aspecto importante, elas devem ser tolerantes ao sombreamento. O objetivo desse trabalho foi avaliar diferentes forrageiras em sistema silvipastoril com eucalipto comparado com ambiente a pleno sol (sem árvores), visando encontrar espécies com maior potencial de produção sob sombreamento de euca 1 ipto, Foram avaliadas as seguintes forrageiras: Urochloa hrizantha cv. Marandu, U. brízantha cv. Arapoti, U. brizctntha cv. Piatã, Brachiaria "B6", Massai {Panicum maximum x P. infestum), P. maximum cv. Tanzânia, Panicum "PM 45", e Stylosanthes guianensis cv. Bela em área a pleno sol e sob sombreamento de Eucalyptus urograndis no espaçamento entre árvores de 2 m x 2 m (linha dupla) e 12 m entre renques. Utilizou-se o delineamento em blocos completos ao acaso com quatro repetições para cada tratamento em cada área. Foram realizadas as seguintes avaliações nas plantas forrageiras: massa seca de forragem (MSf) (kg.ha" ) taxa de acúmulo de MSf (kg.ha" .dia" ), densidade de MSf (kg.ha" .cm" ), relação folha:haste, análises bromatológicas (fibra insolúvel em detergente neutro, fibra insolúvel em detergente ácido, proteína bruta (PB), fósforo, potássio e cálcio), teor de clorofila e altura. Foi feito também uma avaliação da MSf e da PB em função da distância dos renques. Foram realizados três cortes para avaliação das forrageiras. Para as análises bromatológicas, o teor de clorofila e o estudo de MSf e PB foram utilizados os dois primeiros cortes. A massa seca de forragem, a taxa de acúmulo e a densidade de forragem foram maiores a pleno sol (p < 0,05). A taxa de acúmulo de forragem na área sob sombreamento aumenta a medida que as plantas forrageiras estão localizadas mais distantes dos renques arbóreos. Os teores de fibra insolúvel em detergente ácido, PB, potássio e cálcio não foram influenciadas pelo microclima sombreado (p < 0,05). O fósforo e a relação clorofila b/clorofila a foram influenciadas pelo microclima sombreado (p < 0,05) apenas no primeiro corte. A relação folha:haste (F:H) não apresentou diferença significativa entre sol e sombra, com exceção do PM45 que apresentou maior F:H sob sombreamento (p < 0,05). _________________________________________________________________________________ ABSTRACT
The pressures for (he incorporation of sustainabilily criteria to Brazilian agricultural activity are a current reality. Given this need, the recovery of degraded pastures is an essential aspect. As an option lor these areas has been proposed the use oi agroforestry systems (AS).The AS are production systems that are implanted, in the same area, trees, crops and forages at different times within the production process. For introduction of forage in AS should be noted an important point, they must be tolerant to shade. The objective of this study was to evaluate different forage species in silvopastoral system. to find species with the greatest potential production under shade o[' eucalyptus. The following forages were evaluated: Urochloa brizantha cv. Marandu. U. brizantha cv. Arapoti, U. brizantha cv. Pialà. Brachiaria "B6". Massai (Panicum maximum x P. infestum), P. maximum cv. Tanzania. Panicum "PM 45" and Stylosanthes guianensis cv. Bela in lull sun light condition and under shade of Eucalyptus urograndis spaced of 2 m x 2 m (double line) and 12 m between rows. It was used (he complete block design with four replications for each treatment in each area. The following evaluations were made in the forages: dry matter (DM) (kg ha"1), the accumulation rate (kg.ha .dia"1) and density of forage (kg.ha"1.cm"1), relation leal":stem, bromatologic analysis, chlorophyll content and height. It was also made a study of DM and crude protein (CP) as a function of distance from the trees. It was made three cuts for evaluation of forages. For bromatologic analyzes, the chlorophyll content and the study oi MSf and CP were used the first two cuts. The DM. the accumulalion rate and density oi forage were higher in full sun. The forage accumulation rale in the area under shading increased as forage plants were located further away from the rows of trees. The levels of acid detergent fiber, protein, potassium and calcium were not influenced by the shaded microclimate (p < 0,05). Phosphorus and the relation chlorophyll b / chlorophyll were influenced by the shaded microclimate (p<0.05) in (he first cut. The relation leaf:stem had no significant difference between sun and shade, except for PM45 which the highest under shade.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária, 2012.
Appears in Collections:FAV - Mestrado em Ciência Animal (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/11006/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.