Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/10965
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2012_AgnelBengaladaCruz.pdf4,26 MBAdobe PDFView/Open
Title: Detalhamento da geologia das unidades carbonáticas do Grupo Bambuí na região de Alvorada do Norte, Goiás
Authors: Cruz, Agnel Bengala da
Orientador(es):: Campos, José Eloi Guimarães
Carmelo, Adriana Chatack
Assunto:: Rochas - carbono - Goiás (Estado)
Isótopos
Issue Date: 18-Jul-2012
Citation: CRUZ, Agnel Bengala da. Detalhamento da geologia das unidades carbonáticas do Grupo Bambuí na região de Alvorada do Norte, Goiás. 2012. x, 96 f., il. Dissertação (Mestrado em Geociências Aplicadas)—Universidade de Brasília, Brasília, 2012.
Abstract: As rochas carbonáticas da área de estudo pertencem ao Grupo Bambuí da porção oeste da bacia do São Francisco. A estratigrafia na região de estudo compõe uma seção ampliada com espessura de 1700 metros que inclui todas as unidades do Grupo Bambuí. A acumulação e preservação desta seção ampliada é atribuída a grande taxa de sedimentação. O controle da paleogeografia local é marcado pelo relevo ondulado responsável pelo desenvolvimento de diferentes condições paleoambientais e processos deposicionais contrastantes em uma plataforma mista carbonática-siliciclástica. Neste trabalho foram selecionadas, para as determinações de isótopos de carbono e oxigênio, duas seções em que os carbonatos apresentam excelente controle da estratigrafia vertical. O principal objetivo do estudo isotópico foi diferenciar as unidades carbonáticas e identificar diferentes eventos deposicionais e diagenéticos. Os dolomitos (dololutito e dolarenito) e os calcários micríticos intercalados com lentes de margas, apresentam valores de δ13CPDB entre -0,58 e +0,94‰, com diminuição gradativa em direção ao topo. Este conjunto é correlacionável à Formação Sete Lagoas (Base do Grupo Bambuí). Os valores isotópicos de δ18OPDB dessa unidade apresentam intervalos variando de -8,62 a -4,47‰. Em direção ao topo da estratigrafia da seção carbonática, os dados isotópicos revelam valores fortemente positivos de δ13CPDB variando entre +9‰ e +14,77‰. Esta sucessão predominantemente carbonática corresponde à Formação Lagoa do Jacaré. Os valores isotópicos de δ18OPDB são negativos que variam de -9 a -3,62‰, sendo que tais variações são fortemente controladas pela proporção de carbonato e constituintes clásticos. O potencial da região para a produção de hidrocarbonetos é limitado a ocorrências de gás termoquímico, uma vez que a história de soterramento avançada não permite mais a preservação de óleo. O potencial para formação de quantidades econômicas de gás é considerado reduzido e o risco exploratório muito elevado. _________________________________________________________________________________ ABSTRACT
Carbonate rocks of the Neoproterozoic Bambuí Group outcrop on the western portion of the São Francisco basin. The stratigraphy in the studied area encloses a enlarged section (1700 meters thickness) that includes all the units of the Bambuí Group. The accumulation and preservation of this enlarged section are associated to a high sedimentation rate. The basement relief allowed the development of different sedimentary conditions and contrasting depositional processes, thus controlling the local paleogeography of a carbonate-clastic mixed platform. In this work, carbon and oxygen isotopes were obtained in two sections in which the carbonate succession present excellent control of the vertical stratigraphy. The main objective of the isotope study is to differentiate the carbonate units and to identify different depositional and diagenetic events. The intercalated dolomites (dololutite and dolarenite) and micritic calcareous rocks with impure limestone lenses present values of δ13CPDB between (-0.58 the +0.94‰), with gradual reduction in direction to the top. This succession is correlated to the Sete Lagoas Formation (Base of Bambuí Group). The isotopic values of δ18OPDB for this unit present intervals varying from -8.62 to -4.47‰. Towards the top of the carbonate succession, the isotopic data disclose strong positive values of δ13CPDB that varies between +9‰ and +14.77‰. This carbonate succession corresponds to the Lagoa do Jacaré Formation. The δ18OPDB isotopic are negative varying from -3.62 to -9 ‰, being strongly controlled by the carbonate and clastic constituent ratio. The potential of the region for hydrocarbon production is limited to thermo chemical gas occurrences, due to the advanced history of burial that does not allow the oil preservation. The potential to formation of economic amounts of gas is considered low and the exploration risk is very high.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Geociências, Programa de Pós-Graduação em Geociências Aplicadas, 2012.
Appears in Collections:IG - Mestrado em Geociências Aplicadas (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/10965/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.