Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/10677
Título: Integração de parâmetros morfométricos e imagem Aster para a delimitação das fitofisionomias da Serra da Canastra, Parque Nacional da Serra da Canastra, MG
Autor(es): Couto Júnior, Antônio Felipe
Souza, Vinicius Vasconcelos de
Carvalho Júnior, Osmar Abílio de
Martins, Éder de Souza
Santana, Otacílio Antunes
Freitas, Leonardo Figueiredo
Gomes, Roberto Arnaldo Trancoso
Assunto: Análise espectral
Topografia
Morfometria
Data de publicação: 2010
Editor: União da Geomorfologia Brasileira (UGB)
Citação: COUTO JÚNIOR, Antonio Felipe et al. Integração de parâmetros morfométricos e imagem Aster para a delimitação das fitofisionomias da Serra da Canastra, Parque Nacional da Serra da Canastra, MG. Revista Brasileira de Geomorfologia, v. 11, n. 1, 2010. Disponível em: <http://www.lsie.unb.br/rbg/index.php/rbg/article/view/142/136>. Acesso em: 06 jun. 2012.
Resumo: Este trabalho teve como objetivo delimitar as fitofisionomias utilizando parâmetros morfométricos e imagens do sensor ASTER na Serra da Canastra, Parque Nacional da Serra da Canastra, MG. Foram identificadas fitofisionomias através das observações de campo: ambientes rupestres (Campo Rupestre + Cerrado Rupestre), Campo Limpo, Campo Sujo, Cerrado Sentido Restrito, Mata de Galeria + áreas de drenagem. Os parâmetros morfométricos, obtidos do Modelo Digital de Terreno (MDT), foram dispostos em gráficos de dispersão tridimensional com o Normalized Difference Vegetation Index (NDVI) e com o Normalized Difference Water Index (NDWI). Estes gráficos evidenciaram cinco conjuntos de dados, representando as fitofisionomis encontradas em campo. Foi observada uma variação espectral correspondente aos membros finais: Vegetação Fotossintéticamente Ativa (VFA) e Vegetação Não Fotossintéticamente Ativa (VNFA). Das fitofisionomias agrupadas o Campo Limpo foi a mais abrangente (60,45%) e a única que faz limite com todas as demais, seguido por ambientes rupestres (21,02%), Campo Sujo (12,40%), Mata de Galeria e Campo Úmido (4%), e Cerrado Sentido Restrito (1,90%). Os perfis topográficos obtidos a partir da integração da classificação espectral e do MDT permitiram evidenciar a distribuição da vegetação em relação ao relevo. _______________________________________________________________________________________ ABSTRACT
This work aimed to delimit the phytophysiognomies using morphometric patterns and images acquired by ASTER sensor in the Serra da Canastra, Serra da Canastra National Park, MG. The phytophysiognomies were identified in the field observations: outcrops environments (Campo Rupestre + Cerrado Rupestre), Campo Limpo, Campo Sujo, Cerrado Sentido Restrito, Vege-tação Hidromórfica (Mata de Galeria+Áreas de Drenagem). The morphometric patterns, obtained from the Digital Terrain Model (DTM), were disposed in 3D scatter plot with the Normalized Difference Vegetation Index (NDVI) and the Normalized Difference Water Index (NDWI). This scatter evidenced five data groups, representing the phytophysiognomies found in field observation. A spectral variation was observed, corresponding to the endmembers: Active Photosynthetic Vegetation (VFA)and Non Active Photosynthetic Vegetation (VNFA). The Campo Limpo (60.45%) was the most common and the only that make frontier with all phytophysiognomies, followed by the Ambiente Rupestre (21.02%), Campo Sujo (12.40%), and Mata de Galeria and Campo Úmido (4%), and Cerrado Sentido Restrito (1.90%). Topographic profiles obtained from the integration of the phytophysiognomies and the DTM evidenced the vegetation distribution through the relief.
Licença: Revista Brasileira de Geomorfologia - Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 (Attribution 3.0 Unported (CC BY 3.0)). Fonte: http://www.lsie.unb.br/rbg/index.php/rbg/article/view/142/136. Acesso em: 06 jun. 2012.
Aparece nas coleções:GEA - Artigos publicados em periódicos
FUP - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
ARTIGO_IntegracaoParametrosMorfometricos.pdf5,55 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons