Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/1047
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTACAO_2008_DirceGrosz.pdf852,58 kBAdobe PDFView/Open
Title: Representações de gênero no cotidiano de professoras e professores
Authors: Grösz, Dirce Margarete
Orientador(es):: Weller, Wivian
Assunto:: Pesquisa de gênero
Gênero
Professores
Issue Date: 31-Mar-2008
Citation: GRÖSZ, Dirce Margarete. Representações de gênero no cotidiano de professoras e professores. 2008. 154 f. Dissertação (Mestrado em Educação)-Universidade de Brasília, Brasília, 2008.
Abstract: A presente pesquisa busca analisar as representações de gênero no cotidiano de professoras e professores que participaram, no ano de 2006, do curso Gênero e Diversidade na Escola, realizado pelo Governo Federal através da parceria entre a Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres, o Ministério da Educação, a Secretaria Especial de Políticas de Promoção de Igualdade Racial, o Conselho Britânico e o Centro Latino Americano em Sexualidade e Direitos Humanos. Durante a pesquisa de campo foram realizados grupos de discussão com professores e professoras de distintas escolas e de distintas áreas do conhecimento com o objetivo de compreender, as orientações coletivas de professores/as sobre os significados de masculino e de feminino. Por outro, buscou-se analisar as representações sobre papéis sociais atribuídos a homens e mulheres e como estas representações são constituídas e, por último, verificar como a temática de gênero é trabalhada no cotidiano das práticas pedagógicas da escola. Observou-se ao longo da pesquisa e da análise dos grupos de discussão que gênero é encarado como um conteúdo sobre o qual é preciso dar aula, não sendo percebido como um tema que está emaranhado nas tramas cotidianas dos discursos, códigos e regras da escola. As representações de masculinidade e feminilidade ora são compreendidas e percebidas como construções históricas e culturais, construídas e reiteradas segundo um modelo fixo destes significados ao longo da trajetória dos sujeitos, ora, estas representações são reforçadas pelos/as próprios/as professores/as na forma como compreendem seus alunos e alunas, quando se referem aos comportamentos e formas de expressão dos mesmos. Na prática pedagógica das escolas nas quais atuam os professores e as professoras entrevistadas, raça, etnia e sexualidade são as preocupações maiores, onde um recorte evidente da temática de gênero não é efetivado. A escola faz um trabalho pontual, aproveitando-se de ocasiões corriqueiras de acontecimentos e brincadeiras entre alunos/as para tratar das temáticas de raça, etnia, sexualidade e vez por outra gênero ou ainda por meio de palestras e projetos pontuais. _________________________________________________________________________________________ ABSTRACT
This research analyses the gender representations in the day-to-day of female and male eachers that, in 2006, participated in the course "Gender and Diversity in School", organized by the Federal Government in collaboration with the Special Secretariat for Policies for Women, Ministry of Education, Special Secretariat for the Promotion of Racial Equality Policies, British Council and the Latin American Center on Sexuality and Human Rights. During fieldwork, group discussions took place with female and male teachers of different schools and areas of knowledge with the purpose to understand the orientation of the group of teachers on the meanings of "masculine" and "feminine". Also, the goal was to analyze the representations about social roles attached to men and women, how these representations are constituted, and, finally, verify how the gender theme is dealt with in the daily pedagogical practices in school. During the research and the analysis of the discussion groups, it was observed that "gender" is treated as a topic that needs to be taught instead of being perceived as a theme that is already intertwined in the daily plots of the school´s discourse, codes and rules. Representations on masculinity and femininity are, on one side, comprehended and seen as historical and cultural constructions, built and reinforced according to a fix model of these meanings throughout the subject´s pathway; on the other side, these representations are reinforced by the fe/male teacher/s in the way they understand their male and female students, when the former refer to behavior and forms of expression of the later. In the pedagogical practice of the schools, where male and female teachers were interviewed, race, ethnicity and sexuality are the main concerns, and the evident focus on the theme of gender does not happen. The school develops a focused work and takes advantage of everyday occasions and "games" among the fe/male students, or yet lectures and specific projects, in order to treat the themes of race, ethnicity and sexuality and, here and there, gender.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Educação, 2008.
Appears in Collections:FE - Mestrado em Educação (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/1047/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.