Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/10443
Título: Fitossociologia e estrutura diamétrica da mata de galeria do Taquara, na reserva ecológica do IBGE, DF
Outros títulos: Phytosociology and diametric estructure of Taquara gallery forest, at IBGE ecological reserve, DF
Autor(es): Silva Júnior, Manoel Cláudio da
Assunto: Árvores
Cerrados - conservação
Matas ripárias
Data de publicação: Mai-2004
Editor: Sociedade de Investigações Florestais
Referência: SILVA JÚNIOR, Manoel Cláudio da. Fitossociologia e estrutura diamétrica da mata de galeria do Taquara, na reserva ecológica do IBGE, DF. Revista Árvore, Viçosa - MG, v. 28 n. 3, p. 419-428, maio/jun. 2004. Disponível em:<http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-67622004000300013&lng=pt&nrm=iso>. Acesso em: 08 maio. 2012.
Resumo: (Florística e estrutura na mata do Taquara, Reserva Ecológica do IBGE, DF). As matas de Galeria, apesar de legalmente protegidas, vêm sendo sistematicamente substituídas visando a outras finalidades. As árvores (DAP³ 5 cm) na mata de Galeria do córrego do Taquara, na Reserva Ecológica do IBGE, no Distrito Federal, foram amostradas pelo método de quadrantes, com 250 pontos, dispostos em linhas estabelecidas ao longo do comprimento do córrego, desde as margens até os limites entre a mata e o cerrado. A amostragem de 1.000 árvores resultou na composição florística, na fitossociologia e na distribuição dos diâmetros dos troncos. No total foram amostradas 110 espécies de 49 famílias. O índice de diversidade de Shannon & Wiener foi estimado em 4,25 nats.ind-1. As famílias mais importantes foram: Leguminosae (lato sensu), Rubiaceae, Anacardiaceae, Euphorbiaceae e Sapindaceae, enquanto as espécies principais foram: Tapirira guianensis, Copaifera langsdorffii, Lamanonia ternata, Anadenanthera colubrina var. cebil, Piptocarpha macropoda, Alibertia macrophylla, Matayba guianensis, Pera glabrata, Guettarda viburnioides e Ixora warmingii. As estimativas da densidade e da área basal total foram de 1.573 árvores.ha-1, e 38,5 m².ha-1 respectivamente. A distribuição diamétrica indicou uma curva tendendo para o `J' invertido, evidenciando os baixos níveis de distúrbios ocorridos na mata. Uma comparação florística conduzida entre 21 matas de Galeria no Distrito Federal apontou a mata do Taquara como uma área rica, com 110 (29,1%) das 378 espécies listadas e similaridade de Sørensen variando entre 0,34 e 0,80, nas matas incluídas. _______________________________________________________________________________________ ABSTRACT
(Floristics and structure of the, IBGE, Federal District, Brazil). Despite been protected by law gallery forests have been systematically replaced by other uses. The study focused on the Taquara gallery forest within the Ecological Reserve of the "Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística" in the Federal District, Central Brazil. One thousand trees (DBH ³ 5cm) were recorded using the point centered-quarter (PCQ) method. A total of 250 sampling points were established in sampling lines from the stream margins to the forest-cerrado border and distributed from the head to the mouth of the stream. The floristic composition, phytosociology and diameter distribution were analyzed. One hundred and ten species of 49 families were found. The most important families were: Leguminosae, Rubiaceae, Anacardiaceae, Euphorbiaceae e Sapindaceae, while the most important species were: Tapirira guianensis, Copaifera langsdorffii, Lamanonia ternata, Anadenanthera colubrina var. cebil, Piptocarpha macropoda, Alibertia macrophylla, Matayba guianensis, Pera glabrata, Guettarda viburnioides e Ixora warmingii. Density and basal area were estimated as 1573 trees.ha-1 and 38.5 m².ha-1 respectively. Diameter distribution indicated a tendency to an inverted `J' curve revealing low levels of disturbance in this gallery forest. A floristic comparison with 21 gallery forests in the Federal District indicated Taquara gallery forest as a rich site including 110 (29,1%) of the 378 species recorded and Sørensen similarities ranging from 0,34 to 0,80 within the studied forests.
Licença: Revista Árvore - Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons(Attribution-NonCommercial 3.0 Unported (CC BY-NC 3.0)). Fonte: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_serial&pid=0100-6762&lng=pt&nrm=iso. Acesso em: 08 mao. 2012.
Aparece nas coleções:EFL - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
ARTIGO_FitossociologiaEstruturaDiametrica.pdf112,81 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons