Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/10381
Título: Floristic composition, diversity and structure of the “cerrado” sensu strictoon rocky soils in northern Goiás and southern Tocantins, Brazil
Título(s) alternativo(s): Composição florística, diversidade e estrutura do cerrado sensu stricto sobre solos rochosos no norte de Goiás e sul de Tocantins
Autor(es): Felfili, Jeanine Maria
Fagg, Christopher William
Assunto: Cerrados
Diversidade biológica
Comunidades vegetais
Data de publicação: Jul-2007
Editor: Sociedade Botânica de São Paulo
Citação: FELFILI, Jeanine Maria; FAGG, Christopher William. Floristic composition, diversity and structure of the “cerrado” sensu strictoon rocky soils in northern Goiás and southern Tocantins, Brazil. Revista Brasileira de Botânica, São Paulo, v. 30, n. 3, p. 375-385, jul./set. 2007. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-84042007000300004&lng=pt&nrm=iso>. Acesso em: 30 abr. 2012.
Resumo: O cerrado sensu stricto é uma savana que ocupa grande parte do Brasil Central, apresentando cobertura lenhosa de 10% a 60% onde árvores alcançam até sete metros de altura. Ocorre principalmente em solos bem drenados e profundos mas é também encontrado em solos mais rasos. A diversidade e a fitossociologia do cerrado sensu stricto em Cambissolos e Litossolos rochosos foram aqui estudadas. Dezesseis parcelas de 20 x 50 m2 foram amostradas aleatoriamente sobre manchas dessa vegetação no Norte de Goiás e Sul de Tocantins. Os troncos com diâmetros a partir de 5 cm a 30 cm do nível do solo foram medidos. As coletas foram depositadas no herbário do IBGE. Um total de 87 espécies em 65 gêneros e 33 famílias foram encontrados. O índice de diversidade de Shannon foi de 2,87 nats ind-1, a densidade foi de 836 troncos ha-1 e a área basal foi de 8,4374 m2 ha-1. O índice de Sørensen indicou similaridades mais elevadas entre parcelas no mesmo local, sugerindo a existência de um gradiente geográfico influenciando a composição florística do cerrado sensu stricto sobre solos rochosos. O índice de Czekanowski confirmou esta tendência. Os agrupamentos finais da classificação por TWINSPAN foram definidos por espécies preferenciais de solos mais férteis, em oposição à espécies típicas de solos distróficos e à espécies comuns com matas de galeria, que ocorreram nas grotas. _______________________________________________________________________________ ABSTRACT
The "cerrado" sensu stricto is a savanna woodland physiognomy which occupies most of central Brazil, with the degree of canopy cover varying from 10% to 60% at a site with trees reaching up to seven meters high. It occurs mostly on deep and well-drained soils but can also be found on shallower ones. The diversity and structure of the "cerrado" sensu stricto on shallow and rocky Cambisols and Litosols were studied here. Sixteen 20 x 50 m2 plots were sampled in a random design over patches of this vegetation in northern Goiás State and southern Tocantins. All stems from 5 cm diameter at 30 cm from the ground level were measured. Vouchers were collected and deposited at the IBGE herbarium. A total of 87 species in 65 genera and 33 families were found. Diversity index was 2.87 nats ind-1, density was 836 stems ha-1 with a basal area of 8.4374 m2 ha-1. Sørensen's index indicated higher similarities between plots at the same site indicating a geographical gradient influencing the floristic composition of the "cerrado" sensu stricto on rocky soils. Czekanowski's index confirmed this trend. TWINSPAN classification final groups were defined by preferential species of more fertile soils, in opposition to those typical of dystrophic soils and to common species to gallery forests occurring on sloping terrains with gullies.
Licença: Revista Brasileira de Botânica - Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons.(Attribution-NonCommercial 3.0 Unported (CC BY-NC 3.0)). Fonte: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_serial&pid=0100-8404&lng=pt&nrm=iso. Acesso em: 30.abr. 2012.
Aparece nas coleções:EFL - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
ARTIGO_FloristicCompositionDiversity.PDF52,5 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons