Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/10316
Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2011_ CeciliadoPradoPagotto.pdf2,05 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir
Título: Mensuração de estratégias de aprendizagem de equipes
Autor(es): Pagotto, Cecília do Prado
Orientador(es): Borges-Andrade, Jairo Eduardo
Assunto: Trabalho - aspectos psicológicos
Grupos de trabalho
Planejamento empresarial
Aprendizagem
Data de publicação: 23-Abr-2012
Referência: PAGOTTO, Cecília do Prado. Mensuração de estratégias de aprendizagem de equipes. 2011. xii, 129 p., il. Dissertação (Mestrado em Psicologia Social, do Trabalho e das Organizações)—Universidade de Brasília, Brasília, 2011.
Resumo: Em um contexto marcado por pressões que demandam respostas rápidas e adaptativas, as equipes se apresentam como estruturas eficazes para lidar com os contínuos desafios do mundo corporativo. Entretanto, agrupamentos de pessoas trabalhando em prol de um objetivo comum não trarão, necessariamente, vantagens para as organizações. É necessário entender o seu funcionamento. Para serem opções vantajosas, as equipes precisam aprender continuamente e, assim, evitar a estagnação. Pouco ainda é conhecido sobre os mecanismos por meio dos quais as equipes aprendem. O desenvolvimento de estudos empíricos sobre o tema depende diretamente da construção de medidas válidas, capazes de investigar o fenômeno de interesse. Seu referencial teórico precisa ser consistente. Este trabalho sistematiza o que tem sido produzido sobre os mecanismos por meio dos quais as equipes aprendem, faz delimitações teóricas e metodológicas cruciais e objetiva construir uma medida válida de estratégias de aprendizagem de equipes. Foi desenvolvido e validado um instrumento para avaliar esse construto. A presente pesquisa contou com a participação de 372 servidores, componentes de 102 equipes de uma organização pública do setor judiciário. Os resultados da validação psicométrica da escala de estratégias de aprendizagem de equipes apontaram para uma solução bifatorial com índices de confiabilidade satisfatórios. O primeiro fator, Estratégias de Aprendizagem Local, ficou composto por 20 itens (alpha de Cronbach = 0,97). O segundo, Estratégias de Aprendizagem Distal, ficou composto por 10 itens (alpha de Cronbach = 0,94). Por fim, foram obtidos indicadores que justificaram a validade da escala para mensurar um fenômeno do nível das equipes. Concluiu-se que essa escala é uma ferramenta válida para a avaliação de estratégias de aprendizagem de equipes de trabalho. São apontadas limitações desta pesquisa, recomendações de ordem prática e direções para realização de novos estudos. ______________________________________________________________________________ ABSTRACT
In a context marked by pressures that demand rapid and adaptive responses, teams represent effective structures to deal with the continuing organizational challenges. However, groups of people working towards a common goal will not necessarily bring benefits for organizations. Teams need to learn continuously to be considered advantageous to organizations and then to avoid stagnation. Little is known about the mechanisms by which teams learn. The development of empirical studies about this subject depends directly on the construction of valid measures, capable of investigating the phenomenon of interest. Its approach must be consistent. This work systematized what has been produced on the mechanisms by which teams learn, outlines important theoretical and methodological issues and aims to construct a valid measure of team learning strategies. To assess this construct, it was developed and validated an instrument. The study sample was composed of 372 workers, components of 102 teams in a public organization of the judiciary sector. The results of psychometric validation of the team learning strategies scale appointed a two-factor solution with satisfactory reliability indexes. The first factor, Local Learning Strategies, was composed of 20 items (Cronbach's alpha = 0.97). The second, Distal Learning Strategies, was composed of 10 items (Cronbach's alpha = 0.94). Indicators that justified the validity of the scale to measure a phenomenon of the team level were obtained. It was concluded that this scale is a valid tool for assessing team learning strategies. At the end, limitations of this research, practical recommendations and directions for future research are presented.
Informações adicionais: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Departamento de Psicologia Social e do Trabalho, 2011.
Aparece nas coleções:PSTO - Mestrado em Psicologia Social, do Trabalho e das Organizações (Dissertações)

Mostrar registro completo do item Recomendar este item Visualizar estatísticas



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.