Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/10192
Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2011_FabianaJardimSena.pdf615,25 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir
Título: A elite por trás da tropa : as percepções sobre a mídia nas políticas de ressocialização
Autor(es): Sena, Fabiana Jardim
Orientador(es): Souza, Perci Coelho de
Assunto: Política social
Ideologia
Reabilitação de criminosos
Data de publicação: 2-Abr-2012
Referência: SENA, Fabiana Jardim. A elite por trás da tropa: as percepções sobre a mídia nas políticas de ressocialização. 2011. 112 f. Dissertação (Mestrado em Política Social)-Universidade de Brasília, Brasília, 2011.
Resumo: Essa dissertação tem como objetivo analisar as percepções dos presos e dos operadores do direito sobre a mídia nas políticas de ressocialização, à luz de um quadro referencial teórico em política social. Para tanto, compreende-se que a sociedade está pautada em profundas desigualdades sociais, resultantes da luta constante entre capital e trabalho. Como resultante existe um processo de reprodução da ideologia dominante burguesa que permeia todas as relações sociais. Essas conseqüências são tangíveis quando vislumbra-se o processo crescente de criminalização e penalização dos pobres, que ocasiona um sistema penal e carcerário de descaso para essa camada social de excluídos. Após os anos de prisão temos ações de ressocialização superficiais, fragmentadas e embasadas na falida inserção no mercado de trabalho sem qualquer tipo de proteção. Distantes dos ideais da política social, onde busca-se a compreensão da totalidade e do sujeito como cidadão possuir de direitos e deveres e principalmente, na redução das desigualdades sociais. Em meio a este cenário conturbado, os meios de comunicação, que possuem papel determinante na formulação das opiniões públicas e por diversas vezes tem corroborado para a manutenção do status quo sobre os presos, auxiliam no aumento do estigma e do preconceito contra esses indivíduos, inclusive com produções cinematográficas de repercussão nacional, como é o caso do filme Tropa de Elite 2. A lógica do mercado e a busca constante por lucros, também influencia na maneira de produzir entretenimento e a ideologia das classes dominantes estimula produções desse tipo, que vendem os estereótipos sem questionar a essência dos fatos. _______________________________________________________________________________ ABSTRACT
This dissertation has the purpose to analyze the impact of media in rehabilitation policies through social policy. For this, we understand that society is grounded in deep social inequalities, resulting from the constant struggle between capital and labor that generates a dominant bourgeois ideology that permeates all social relations. These are tangible consequences when we glimpse the growing process of criminalization and punishment of the poor, which leads to criminal justice system and prison of neglect for this social layer excluded. After years in prison, we have rehabilitation actions that are superficial, fragmented and based in the failed insertion in the job market without any protection. Far from the ideals of social policy, which seeks to understand the totality and the subject as a citizen who has rights and duties, and especially the reduction of social inequalities. In the midst of this troubled scenario, we still have the media that has key role in shaping public opinion, and has confirmed several times to maintain the status quo of the prisoners, increasing the stigma and prejudice against these individuals including film productions of national impact, such as the movie Tropa de Elite 2. The logic behind the market and the constant search for profit also influences the way of producing entertainment and ideology of the dominant classes stimulates productions of this kind, selling stereotypes without questioning the essence of the facts.
Informações adicionais: Disseertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Humanas, Departamento de Serviço Social, 2011.
Aparece nas coleções:SER - Mestrado em Política Social (Dissertações)

Mostrar registro completo do item Recomendar este item Visualizar estatísticas



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.