Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/10104
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2011_PatriciaCarvalhoRosa.pdf11,55 MBAdobe PDFView/Open
Title: "Para deixar crescer e existir" : sobre a produção de corpos e pessoas kaingang
Authors: Rosa, Patrícia Carvalho
Orientador(es):: Souza, Marcela Stockler Coelho de
Assunto:: Teologia natural
Criação
Etnologia
Índios Kaingang
Issue Date: 20-Mar-2012
Citation: ROSA, Patrícia Carvalho. "Para deixar crescer e existir": sobre a produção de corpos e pessoas kaingang. 2011. 186 f. Dissertação(Mestrado em Antropologia Social)—Universidade de Brasília, Brasília, 2011.
Abstract: O presente estudo versa sobre a temática da produção de corpos e pessoas, tendo como base etnográfica a experiência com coletivos indígenas Kaingang, grupo Jê Meridional, pertencente ao tronco lingüístico Macro-Jê, localizados no Estado do Rio Grande do Sul. As categorias de corpo e pessoa são eleitas como objeto de investigação devido a sua centralidade para o entendimento da vida social dos grupos em questão. A problemática de pesquisa insere-se na discussão acerca dos saberes indígenas relativos ao corpo, sua fabricação e construção continuada, voltados simultaneamente para a produção de parentes e construção da pessoa-humana. O texto propõe-se a discutir os regimes indígenas de conhecimento do mundo e as formas organizativas de vida que geram significados para as suas práticas cotidianas e que revelam uma conceituação peculiar do ser humano, segundo a qual corpos têm de ser humanizados pelos parentes através de processos específicos para que, paulatinamente, se tornem “gente de verdade”. Neste processo, iniciado na gestação e continuado até o momento de morte da pessoa, articulam-se ações inter e intrapessoais, que um olhar atento ao cotidiano das relações permite vislumbrar.
Abstract: This study focuses on the theme of the production of bodies and persons, based on ethnographic experience within the Kaingang, Southern Jê group, located in Rio Grande do Sul. The categories of body and person are elected as object of research due to its centrality for the understanding of social life of the group concerned. The issue of this work is part of the discussion of indigenous knowledge relating to the body and its continued construction focused on both for production and construction of human persons as relative. The text proposes to discuss the indigenous conception of person throughout bodies are constantly submitted to a humanization process in order to gradually become ‘real people’. A careful look at the everyday relations allows us to glimpse the process of conceptualizing persons and bodies through actions that are articulated inter and intrapersonal that begun in the gestation and continued until time of death of the person.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Departamento de Antropologia, 2011.
Appears in Collections:DAN - Mestrado em Antropologia (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/10104/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.