Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/1007
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ARTIGO_PoliticasNeoliberais.pdf165,61 kBAdobe PDFView/Open
Title: Políticas neoliberais, desequilíbrio macroeconômico e governabilidade : os casos do Brasil e Argentina
Other Titles: Neoliberal politics, macroeconomic disequilibrium and governability : the cases of Brazil and Argentina
Authors: Matias-Pereira, José
Assunto:: Política neoliberal
Governabilidade
Finanças públicas
América Latina
Issue Date: 10-Apr-2004
Citation: MATIAS-PEREIRA, José. Políticas neoliberais, desequilíbrio macroeconômico e governabilidade: os casos do Brasil e Argentina. Observatorio de la Economía Latinoamericana: Revista Académica de Economía, Espanha, n. 23, abr. 2004. Disponível em:<http://www.eumed.net/cursecon/ecolat/br/jmp-brar.htm>. Acesso em: 13 out. 2008.
Abstract: Neste artigo temos como propósito estudar a relação que existe entre a implementação das políticas de ajuste estrutural e de estabilização recomendadas pelo FMI para a América Latina, a crise fiscal e a governabilidade nos países da região, enfocando os casos do Brasil e Argentina. Tomamos como base neste estudo a análise das três variáveis clássicas de desempenho econômico: crescimento, desemprego e inflação. Os resultados dessas análises evidenciaram que as políticas neoliberais contribuíram para a elevação da vulnerabilidade externa e interna em ambos os países, e que a governabilidade ainda se encontra significativamente ameaçada na Argentina e moderadamente no Brasil. Concluímos, ao final, que o desfecho drástico da crise Argentina e o aumento da vulnerabilidade da economia brasileira confirmam o fracasso das políticas de corte neoliberal na América Latina, que não se mostraram capazes de gerar um modelo consistente de crescimento sustentável e redução da pobreza nos países da região. O estudo é um desdobramento da tese de doutorado do autor em Ciência Política, pela Faculdade Ciências Políticas e Sociologia da Universidade Complutense de Madri. _______________________________________________________________________________________ ABSTRACT
In this article we have as intention to study the relation that exists enters the implementation of the politics of structural adjustment and stabilization recommended by the FMI for Latin America, the fiscal crisis and the governability in the countries of the region, focusing the cases of Brazil and Argentina. We take as base in this study the analysis of the three variable of economic performance: growth, unemployment and inflation. The results of these analyses had evidenced that the neoliberal politics had contributed for the rise of the external and internal vulnerability in both the countries, and that the governability still meets significantly threatened in Argentina and moderately in Brazil. We conclude, to the end, that the drastic outcome of the Argentina crisis and the increase of the vulnerability of the Brazilian economy confirm the failure of the politics of neoliberal cut in Latin America, that they had not revealed capable to generate a consistent model of sustainable growth and reduction of the poverty in the countries of the region.
Appears in Collections:ADM - Artigos publicados em periódicos

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/1007/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.